ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Forte comoção marca despedida das vítimas do ataque em creche de SC

O velório das vítimas do ataque em uma creche no município de Saudades, no Oeste de Santa Catarina, encerrou por volta das 10h47 desta terça-feira (5). Desde a madrugada, quando os corpos chegaram ao ginásio no Parque de Exposições Theobaldo Hermes, centenas de pessoas prestaram as últimas homenagens.


A missa, que marcou a despedida das crianças e das educadoras, foi celebrada pelo bispo Dom Odelir José Magri, da Diocese de Chapecó, e pelo padre Armando Grützmann.

Os pais e os familiares das vítimas estavam muito abalados emocionalmente. Os amigos e conhecidos das famílias também estavam consternados.


O crime chocou a pequena cidade do Oeste catarinense que tem cerca de 9 mil habitantes. Do lado de fora do ginásio em que acontecia o velório coletivo, o silêncio tomava conta diante da tragédia. Mães do município de Saudades, muitas delas com filhos no colo, se solidarizaram com os pais das vítimas.

As vítimas são a professora Keli Adriane Aniecevski, 30 anos, a agente educadora Mirla Amanda Renner Costa, 20 anos, e os bebês Sarah Luiza Mahle Sehn, 1 ano e 7 meses, Anna Bela Fernandes de Barros, 1 ano e 8 meses, e Murilo Massing, 1 ano e 9 meses.


Todas as mães choram

Alexandra Drachler Bach esteve no velório coletivo acompanhada da filha Ana Julia, de apenas 10 meses. Emocionada, ela resumiu o sentimento de todas as mães que souberam do ataque brutal em Saudades: “Nenhuma mãe quer passar por essa tragédia”.

“Como os pais vão superar? Não faço nem ideia. Espero que jamais isso aconteça novamente”, disse Alexandra, ao contar que conhecia todas as vítimas.

“É muito difícil”, descreve outra mãe, Sabrina dos Santos Silva, que também esteve no ginásio dando força e apoio às famílias.

Enterro das vítimas

Depois do velório, os corpos seguiram para o cemitério municipal da cidade, distante 350 metros do ginásio.

As três crianças foram enterradas uma ao lado da outra. Uma quarta criança, um menino de 1 ano e 8 meses, também vítima do ataque, segue internada no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó.


Amigos e conhecidos ficaram bastante emocionados na despedida. Um cartaz foi exposto em uma parede do ginásio para que mensagens de apoio fossem escritas. A governadora interina de Santa Catarina, Daniela Reinehr, também prestou sua homenagem.



Fonte: ND + - Fotos: Willian Ricardo/ND