ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MPSC pede cancelamento de queima de fogos do réveillon em Balneário Camboriú


O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) pediu que a prefeitura de Balneário Camboriú, no Litoral Norte, suspenda a queima de fogos prevista para o réveillon e cancele o edital de licitação para contratação do show pirotécnico. A solicitação foi emitida na noite de quinta-feira, dia 11, pelo órgão.

O pedido leva em conta o alto risco de transmissão da Covid-19 na festa, que é a maior virada de ano do Estado, com um milhão de espectadores. O documento cita a decisão de Florianópolis e Rio de Janeiro, que já suspenderam a festividade.

A prefeitura de Balneário Camboriú informou que ainda não recebeu oficialmente a recomendação. A abertura da licitação deve ocorrer nos próximos dias.

Conforme o MPSC, manter a aglomeração do réveillon na Praia Central, com pessoas vindas de todo o país, aumenta o risco de transmissão em Balneário Camboriú e também a disseminação do vírus pelos visitantes, no retorno às suas cidades.

Os promotores destacaram, ainda, que embora a prefeitura possa fazer o cancelamento até a véspera da festa, isso traria inúmeros prejuízos para a saúde pública e também aos consumidores, que se hospedam na cidade.

Assinam o documento os promotores Álvaro Pereira Oliveira Melo, Claudia Mara Nolli, Ricardo Luis Dell' Agnolo, Alan Boettger, Jean Michel Forest, Isaac Newton Sabbá Guimarães e José de Jesus Wagner.



Com informações do G1