ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Agentes locais de inovação são selecionados para projeto de inovação do SEBRAE


O Projeto ALI é uma proposta do Sebrae Nacional que chegou a Santa Catarina em 2011 para promover a prática continuada de ações de inovação nas empresas de pequeno porte, por meio de orientação proativa e personalizada. A orientação é realizada por agentes bolsistas do CNPq, que são capacitados na metodologia para acompanhar um conjunto de empresas, definido estrategicamente pelo Sebrae/SC.

Para atuarem na região Meio-Oeste, foram selecionados quatro ALI’s: Felipe Pasqualin para atuar junto as empresas da região de Videira; Jessica Peretti Ribeiro Alves na região de Joaçaba; Luana Pazin em Fraiburgo e região e Rosemeri Machado na região de Caçador.

Os Agentes Locais de Inovação (ALIs) são bolsistas do CNPq, graduados, selecionados e capacitados pelo Sebrae para atuar nas micro e pequenas empresas, com o objetivo de promover a melhoria na produtividade.

Para aplicar as ações do projeto, os Agentes Locais de Inovação visitam os empreendimentos, apresentam soluções e oferecem respostas às demandas do negócio. As mudanças geram impacto direto na gestão empresarial, na melhoria de produtos e processos e na identificação de novos nichos de mercado para os seus produtos.

“A inovação é fator decisivo para o desenvolvimento das micro e pequenas empresas. Dessa forma, o Programa se apresenta como uma importante metodologia para o aumento da performance no mercado, tornando as empresas mais competitivas e inovadoras”, comenta a gerente regional do Sebrae Meio-Oeste. Sueli Bernardi.

O programa oferece as seguintes ações: acompanhamento “in loco”, ou seja, o ALI vai até o negócio e monitora de forma customizada a implantação das iniciativas inovadoras que o empresário decidir utilizar; acompanhamento continuado que envolve repetidas visitas do ALI às empresas; acompanhamento customizado que visa apresentar soluções de acordo com a necessidade de cada empresa; acompanhamento especializado que tem as ações propostas pelo ALI validadas pelo consultor sênior (especialista do Sebrae no segmento empresarial), o que possibilita uma orientação mais fiel e coerente; e acompanhamento gratuito do ALI.



Fonte: Ascom Sebrae