ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Temporais com granizo causam prejuízos nas lavouras de fumo no Alto Vale do Itajaí


Os produtores de fumo do Alto Vale do Itajaí ainda estão contabilizando os prejuízos causados pelos temporais com granizo que atingiram a região no último fim de semana. Dados da Afubra (Associação dos Fumicultores do Brasil) apontam que ao menos 600 agricultores foram afetados nas cidades de Atalanta, Agrolândia, Leonardo Leal, Imbuia, Vidal Ramos e Presidente Nereu.

O Brasil é o segundo maior produtor de tabaco do mundo, perde apenas para a China. Os estados do Sul têm as maiores plantações. Só em Santa Catarina são, em média, 205 mil toneladas de fumo ao ano, segundo o Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri. Aproximadamente 60 mil saem de lavouras no Alto Vale do Itajaí.

A região tem cerca de 14 mil produtores. Um deles é Eder Leandro, com sete hectares. Na última sexta-feira (2), quando o temporal caiu na região, ele viu toda a plantação ser destruída. Algo inédito nos 38 anos de vida, todos dedicados ao campo.

“Eu calculo prejuízo de uns R$ 100 mil. Como a gente tem seguro, um pouco de dinheiro recupera, mas só para pagar os insumos e a mão de obra. Não vai ter lucro. Vamos tentar agora replantar pelo menos uma 40 mil mudas (o que representa cerca de dois hectares e meio de área plantada) para ver como fica”.

De acordo com o coordenador da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Rafael da Silva, o temporal do fim de semana foi o décimo episódio somente este ano com granizo no Alto Vale do Itajaí. O número de produtores afetados chega a 1.4 mil. No mesmo período do ano passado não houve nenhum registro semelhante.


Compartilhe esta matéria no Face Book!

Acesse as notícias do Tílias News no WhatsApp.

Acesse as notícias do Tílias News no Telegram.

Fonte: ND+