ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Polícia Militar Ambiental apreende redes durante Operação Piracema


A Polícia Militar Ambiental apreendeu diversas redes e abordou várias pessoas em atividade de pesca no último sábado (10), durante mais uma etapa da Operação Piracema.

A fiscalização, que tem por objetivo reprimir a pesca de forma irregular, ocorreu nas águas do Rio Uruguai e no reservatório de água da Usina Hidrelétrica de Campos Novos.

Durante as abordagens, os policiais orientaram as pessoas quanto as regras para realizar a pesca neste período de piracema nas águas da bacia do Rio Uruguai.

Os peixes que estavam presos nas redes foram liberados à natureza. A operação contou com o apoio da 5ª Base de Aviação do Batalhão de Aviação da PMSC (Lages).


Período da Piracema

A pescaria fica restrita até 31 de janeiro, período de reprodução dos peixes. Conforme a Portaria do IBAMA nº 193/2008, fica proibido a pesca com abrangência em toda Bacia do Rio Uruguai nos estados de Santa Catarina e Rio grande do Sul.

A época da Piracema é quando os peixes sobem rio acima para a desova. O trajeto deixa os peixes debilitados e muitos pescadores aproveitam-se dessa fragilidade para capturá-los facilmente e em grandes quantidades. A piracema é essencial para a preservação das espécies dos rios e lagos.

A pesca neste período com a utilização de petrechos considerados predatórios configura-se crime ambiental. A instrução normativa do Ibama permite apenas a pesca de caráter científico, previamente autorizada, e a pesca profissional e amadora embarcada e desembarcada, com a utilização de linha e anzol, limitando o uso de um petrecho por pescador. Fica vedada a embarcação motorizada e pesca em locais específicos.

Fonte: Caco da Rosa