ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Pai da médica Tamires publica carta, pedindo ajuda


Em carta enviada aos meios de comunicação do Sul do país, o radialista e prefeito de Larangeiras do Sul, pai da médica Tamires Regina Gemelli da Silva Mignoni, que desapareceu em Erechim na última sexta-feira(16), pede ajuda da população e principalmente daqueles que se dedicam a compartilhar notícias falsas (fake) sobre o ocorrido, para que ajudem com o silêncio neste momento. 

Na nota Berto Silva pede encarecidamente a todos que não repassem informações inverídicas sobre o caso e diz que tudo que se sabe é que Tamires está desaparecida. “É só o que sabemos. Não sabemos onde ela está, como ela está e como se deu o seu desaparecimento”, disse Silva.

A autenticidade da carta foi checada pela redação do AUonline com a assessoria do pai de Tamires. Veja a Nota


Nota à imprensa

Com o coração dilacerado e envolvido num sentimento de angústia que não cabe mais no meu peito, me dirijo à população de Laranjeiras do Sul para agradecer as manifestações de carinho proferidas a mim e à Eliza por conta do desaparecimento da nossa filha Tamires Regina Gemelli da Silva Mignoni, na última sexta-feira, 16 de outubro, em Erechim, no Rio Grande do Sul, onde ela atua como médica.

Aproveito para pedir encarecidamente a todos que não repassem informações inverídicas sobre o caso. O sensacionalismo e as notícias falsas só atrapalham neste momento. Nossa filha está desparecida. É só o que sabemos. Não sabemos onde ela está, como ela está e como se deu seu desaparecimento. Não confirmo essa notícia que espalharam de que sequestradores teriam pedido recompensa para libertar a Tamires.

Por favor, não compartilhem isso. Não autorizei absolutamente ninguém a falar em meu nome. Além de mim, somente a Eliza e o nosso genro Lucas têm autonomia para comentar o caso, mas não estamos fazendo. Nós só queremos a Tamires de volta, sã e salva. Continue nos ajudando, por favor, apenas com sua oração. Ela está nos mantendo em pé neste momento. Deus lhes pague.


Acesse as notícias do Tílias News no WhatsApp.


Fonte: AUONLINE