ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mercado Livre protocola projeto para instalar centro de distribuição em Santa Catarina


O Mercado Livre protocolou junto ao Corpo de Bombeiros de Santa Catarina um projeto de prevenção contra incêndios para a instalação de um centro de distribuição no Estado. A informação foi divulgada inicialmente pela jornalista Giane Guerra, de GaúchaZH, e confirmada pela coluna pelo comandante da 1ª Região, coronel Cesar Assumpção Nunes.


O projeto preventivo é uma exigência legal para edificações comerciais e industriais. O pedido foi protocolado em Biguaçu há cerca de 20 dias. Questionada a respeito, a prefeitura da cidade disse que ainda não houve contato formal da empresa com o município.

As primeiras informações de que o Mercado Livre poderia instalar um CD no Estado começaram a circular em junho, após o grupo confirmar que havia desistido do projeto em Gravataí (RS), onde as negociações estavam avançadas. O “não” a pedidos por benefícios fiscais teria pesado na decisão do grupo de abandonar o projeto gaúcho. O governo do Estado, por meio da Secretaria da Fazenda, já confirmou que irá conceder regime tributário especial para a operação.

​Gaspar, no Médio Vale, também estaria na briga para receber o investimento. A prefeitura local chegou a abrir uma frente de conversas com um representante do Mercado Livre e um galpão próximo a BR-470 inclusive já estaria mapeado. O local, no entanto, não estaria completamente descartado porque poderia servir como um braço logístico de uma eventual operação sediada na Grande Florianópolis.

O Mercado Livre trata o investimento com discrição. A gigante de vendas online já divulgou planos para investir R$ 4 bilhões no Brasil neste ano, numa estratégia para ampliar sua eficiência logística e reduzir prazos de entrega de encomendas.

No início de setembro, a empresa afirmou, por meio da assessoria de imprensa, que “continua estudando as possibilidades de localização para seu centro distribuição no Sul, bem como potenciais parceiros para atuar na região”. Procurado novamente pela coluna nesta terça-feira (13), o Mercado Livre manteve o posicionamento e disse que “no momento oportuno, em que tiver informação concreta e exata, a companhia fará uma comunicação pública a respeito”.

Uma fonte envolvida nas tratativas acredita que a empresa estaria esperando o fim das eleições municipais para anunciar oficialmente o investimento.

Com informações Diário Catarinense