ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Deputado denuncia bônus para servidores do secretário de Saúde


A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina publicou portaria, na última semana, incluindo servidores do gabinete do secretário no Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES). Com a manobra de última hora, eles estão aptos a ganhar gratificação de até R$ 4 mil em seus salários, valor muito maior do que o recebido por profissionais que estão na linha de frente do combate ao coronavírus, como enfermeiros e médicos da rede pública estadual. A denúncia é do deputado estadual Milton Hobus (PSD).

De acordo com portaria publicada no Diário Oficial do Estado na última semana, o secretário da pasta, André Motta Ribeiro, colocou 28 servidores no grupo “destinado a integrar as ações e serviços de saúde”. Entre eles estão fotógrafo, assessores técnicos e analista de redes sociais. Os integrantes do COES, segundo o artigo 9º da lei 18.007, de 29 de setembro de 2020, vão ganhar valor fixo de R$ 3.944.

Para Hobus, dar uma gratificação para enfermeiros, médicos e profissionais que estão trabalhando em hospitais e unidades de COVID-19 é fundamental. Ele foi relator e votou favorável, na Assembleia Legislativa, à medida provisória que estabelece um adicional de R$ 500 a R$ 2 mil para esses trabalhadores. No entanto, o parlamentar afirmar que gratificar quem está nos gabinetes é um equívoco.

“Passar uma bonificação dessa, além de errado, é um insulto com os profissionais que estão na frente da batalha, correndo risco para prestar um serviço tão essencial para os catarinenses”, destaca o parlamentar.


Acesse as notícias do Tílias News no WhatsApp.

Com informações Ass. Imprensa Milton Hobus