ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bebê que morreu em Ponte Serrada não sofreu abuso


A polícia descartou a hipótese de abuso sexual no caso da morte do bebê de um ano e um mês, em Ponte Serrada, no Oeste de Santa Catarina. O caso ocorreu na última sexta-feira (2), quando a morte do bebê foi registrada no Hospital Santa Luzia e segue sob investigação da Polícia Civil.

Segundo o delegado Marcelo Fernando Tescke, que acompanha o caso, os exames do IGP (Instituto Geral de Perícias) descartaram a possibilidade de estupro. A informação foi repassada no final da tarde desta segunda-feira (5), após o laudo do IGP confirmar que não houve abuso sexual.

O delegado informou ainda que testemunhas serão ouvidas nesta terça-feira (5) e o caso segue em investigação.

“Vamos continuar investigando. Ainda não temos nada concreto, nem a materialidade do fato nem a autoria. O inquérito segue em aberto”, explica o delegado.

Morte

O bebê chegou ao hospital perto das 16h da sexta-feira (2), com “evidências sugestivas de abuso”, informou um membro da equipe que socorreu o menino. A vítima começou a passar mal, teve uma parada cardíaca e morreu no local.


A mãe da criança é menor de idade e, segundo informações preliminares, o bebê já estava doente há cerca de duas semanas, com febre e mal-estar.


Acesse as notícias do Tílias News no WhatsApp.

Acesse as notícias do Tílias News no Telegram.

Fonte: ND+