ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Governo catarinense registra alta de 8,4% na arrecadação em agosto


Santa Catarina encerrou mais um mês com resultados positivos na arrecadação. Os números de agosto apontam que a economia catarinense voltou a crescer, com incremento de R$ 2,4 bilhões na arrecadação total, alta de 8,4%. “Este é o resultado do trabalho que estamos fazendo. Fomos o primeiro Estado a fazer o lockdown e, aos poucos, fomos liberando os segmentos econômicos, com segurança, fazendo o equilíbrio entre saúde e economia”, destacou o governador Carlos Moisés da Silva. Além disso, o Estado voltou a registrar mais de R$ 2 bilhões com o ICMS, principal tributo estadual, alta de 8,2% em relação a agosto de 2019.

Os dados de julho já mostravam reação da economia catarinense, com crescimento de 8% na arrecadação. No início da crise, causada pela pandemia do novo coronavírus, o secretário de Estado da Fazenda (SEF/SC), Paulo Eli, alertou que a recuperação econômica em Santa Catarina seria em forma de U. “Tivemos queda já em março, em relação à expectativa e, de forma mais acentuada, nos dois meses subsequentes. Em junho, embora a retração tenha sido de 9,6%, a economia catarinense começou a reagir. Os resultados positivos de julho e agosto são frutos de esforço coletivo, tanto do Poder Público que foi sensível e atento às atividades econômicas, quanto do setor privado”, ressaltou Eli.

Ainda assim, o secretário da SEF/SC lembra que alguns setores ainda estão com baixa atividade por causa da pandemia. “Os segmentos de bares e restaurantes, hotéis, feiras, eventos, atividades culturais e de lazer ainda sofrem os impactos da crise. Estamos analisando o cenário em todo o Estado e, assim que atingirmos um nível menor de contaminação, com risco moderado para a Covid-19, vamos discutir a retomada de mais atividades”, salientou.

Paulo Eli destaca ainda que o Governo catarinense está analisando a retomada das aulas, de forma gradual, a partir de outubro. O plano de contingência elaborado pelo Estado será apresentado aos municípios a partir deste mês.



Fonte: Secom