ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Caminhões de transporte de cigarros são apreendidos em Caçador

Durante a fiscalização, motoristas mostraram notas fiscais falsa


A Polícia Civil, através da Delegacia de Investigações aos Crimes contra a Fazenda Pública da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), participou de uma ação conjunta que apreendeu três caminhões transportando bebidas alcoólicas e cigarros com documentos fiscais irregulares. O flagrante aconteceu na tarde de quarta-feira, 16, nos municípios de Barra Velha e Caçador. Foi com a Secretaria de Estado da Fazenda e a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Durante a fiscalização, os motoristas apresentaram documentos que indicavam falsa origem e falso destinatário e quantidades divergentes ao registrado nas notas fiscais. Por conta da atuação, as empresas sonegadoras pagaram o tributo devido já no mesmo dia.

Após os procedimentos, considerando a reincidência da empresa transportadora de cigarros na mesma fraude durante a semana, o veículo foi encaminhado para a Polícia Civil. Já a carga foi apreendida para que seja apurada a efetiva origem e eventual falsificação dos produtos, além da irregularidade no uso dos documentos fiscais e possível sonegação de impostos.

"A aplicação de multa de 30% sobre o valor da mercadoria não tem sido suficiente para inibir a emissão e o fornecimento de nota fiscal indicando declaração falsa quanto ao remetente ou destinatário da mercadoria. Além da penalidade, tanto no transporte de bebidas alcoólicas quanto de cigarros, tratando-se de produtos enquadrados como supérfluos, será cobrado o ICMS devido, que chega a 25%", afirma a diretora de Administração Tributária da SEF, Lenai Michels.

Apenas nesta última semana, outras duas operações foram deflagradas nos municípios de Itapema e Joinville. Estima-se que os valores identificados como sonegação fiscal entre os dias 14 e 16 de setembro ultrapassem R$ 2 milhões.


Acesse as notícias do Tílias News no WhatsApp.

Acesse as notícias do Tílias News no Telegram.

Fonte: Caçador Online