ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Vaca mais produtiva do Brasil em 2019 é de cabanha de Jaborá


O animal da Cabanha Cassiano, de Jaborá, produziu mais de 21 mil litros de leite em um ano e foi a campeã nacional. Na cabanha são cerca de 130 animais, 65 estão em fase de lactação. Muitas delas têm um alto desempenho, mas a vencedora teve uma média de 69,2 litros por dia, mas houve um dia de pico que chegou a 92 litros.

“Ela desde novilha sempre veio produzindo bastante. No primeiro parto ela fechou a média com 52 litros. No segundo parto ela já deu 60 litros de média. E no terceiro parto ela começou a deslanchar, começou a produzir cada vez mais e nós começamos a acompanhá-la e chegou onde chegou hoje, avalia o produtor Euclides Cassiano.

Cassiano conta que a avaliação foi feita pela Associação Catarinense de Criadores de Bovinos que envia os dados para a associação do Paraná. “Todo mês a gente coleta, quantos litros deram. Todo mês vai coletando e no final da lactação tem sempre os dados da vaca”, explica.

Mas esse não é o primeiro título os irmãos e sócios Antônio e Carlos Cassiano conquistam. Em 2018 ela recebeu o título de Criador Supremo da Raça Holandesa pela Associação Brasileira de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa. A atividade leiteira dessa propriedade é reconhecida pela qualidade do rebanho. A propriedade é familiar e há mais de 25 anos investem no melhoramento genético dos animais.

Santa Catarina se consolidada como o quarto maior produtor de leite do Brasil. Segundo levantamento do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola, de 1996 a 2017 a produção de leite no Estado cresceu 223,5%

Na cabanha Cassiano são hoje cerca de 70 mil litros de leite por mês, uma média de 80 litros por dia. Para os irmãos, ver a propriedade que seus pais começaram há mais de 50 anos ser destaque nacional só faz com que eles acreditem e continuem apostando na atividade.









Com informações do Canal Ideal