ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Três policiais militares morrem em abordagem a falso policial civil

Um dos policiais descobriu recentemente que teria filhos gêmeos; outra vítima do crime seria pai pela primeira vez


Na madrugada deste sábado (8), três policiais militares morreram após serem atingidos por disparos de arma de fogo durante uma abordagem na avenida Escola Politécnica, no Butantã, em São Paulo (SP). Conforme informações do G1, os agentes foram atingidos por um homem que se identificou como policial civil. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) confirmou que autor dos disparos não era policial civil e que a carteira profissional usada por ele era falsa.

Conforme a Polícia Militar de São Paulo (PM-SP), as vítimas foram identificadas como:

– Sargento José Valdir de Oliveira Junior, de 37 anos;

– Soldado Victor Rodrigues Pinto da Silva, de 29 anos;

– Soldado Celso Ferreira Menezes Junior, de 33 anos.

Ainda segundo a PM-SP, o Sargento José Valdir estava há 14 anos na Polícia Militar. Deixou uma filha adolescente e a esposa, que soube recentemente estar grávida de gêmeos. O Soldado Victor estava na Polícia Militar há quase sete anos. Sua esposa também estava grávida do primeiro filho do casal.

O Soldado Celso estava na Instituição há mais de 10 anos e era filho de um policial civil.

Segundo a PM-SP, os policiais ainda foram levados para o Hospital Universitário, mas não resistiram aos ferimentos e o morreram. Pelas redes sociais, a corporação publicou diversas imagens e textos em homenagens aos policiais.
  




Fonte: ClicRDC