ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tornado que atingiu Água Doce e Tangará foi um S3, um dos mais severos com ventos de mais de 200km/h


O que atingiu os municípios de Água Doce e Tangará foi um Tornado de classificação S3. A conclusão é do meteorologista Daniel Panobianco da Agência de Olho no Tempo de São Paulo que acompanha as condições climáticas em todo Sul do Brasil. Ele explicou a Rádio Catarinense que a classificação dos ventos acompanha uma ordem mundial criada em 1971 que define mediante os estragos a velocidade estimada dos turbilhões dos tornados. Pela escala os ventos vão de 130 a 320km/h em cinco níveis: S1, S2, S3, S4 e S5. Na classificação, captadas pelos radares, comparada pelas imagens, o tornado que atingiu os dois municípios foi de escala S3 com ventos passando dos 200km/h. É o terceiro evento mais severo da escala e com alto poder de destruição, segundo o meteorologista.

O Brasil é o segundo país do mundo com maior número de tornados, perdendo apenas para os EUA.  Ele explicou que o tornado foi provocado por uma massa de ar quente concentrada no sul do Brasil, e a pressão atmosférica entrou em queda brusca, permitindo a explosão da tempestade.

Por Marcelo Santos






Fonte: Rádio Catarinense