ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Polícia Civil identifica ossadas humanas encontradas dentro de poço em Chapecó

Os ossos foram encontrados em julho de 2019; As vítimas estavam desaparecidas


A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) divulgou, na terça-feira (11), que identificou a identidade de duas ossadas que foram encontradas em Chapecó, no dia 10 de julho de 2019. Na ocasião, os ossos humanos foram localizados em um poço, no distrito de Marechal Bormann. 

De acordo com o delegado responsável pela investigação, Vagner Papini, os ossos eram de Cleiton Dalariva Bublitz, que estava desaparecido desde em 28 de outubro de 2018, e Cláudio Pereira, que desapareceu no dia 2 de novembro de 2017. As vítimas tinham, respectivamente, 22 e 41 anos quando desapareceram. O delegado afirmou também que a autoria do crime foi descoberta e a informação será divulgada ainda na terça-feira, em coletiva de imprensa.


Relembre o caso

Duas ossadas humanas foram localizadas pela Polícia Civil dentro do poço, que ficava em uma área rural, em que há uma olaria desativada, no meio de uma plantação de erva.  Na ação, em 2019, os policiais contaram com o auxílio do cão Iron, do Corpo de Bombeiros, que auxiliou a encontrar a ossada.

Na ocasião, Papini explicou que o encontro das ossadas foi resultado de um trabalho de dois meses de investigação. Cleiton e Cláudio já eram apontados como possíveis vítimas em 2019, porém, os ossos passaram por um exame feito pelo Instituto Médico Legal (IML), que comprovou a informação.

Em 2018, quando Cleiton Dalariva desapareceu, a família relatou ao ClicRDC que ele havia saído para comprar fraldas, sem o celular e os documentos, apenas com a roupa que usava. 






Fonte: ClicRDC