ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Imagem aérea mostra destruição em empresa de Tangará

Fábrica de papel Valpasa teve danos no telhado de vários barracões



Uma imagem aérea mostra a dimensão dos estragos causados pelo vendaval em Tangará, na região Meio Oeste de SC, na tarde desta sexta-feira, 14. A foto é da Valpasa, fábrica de papel, que fica as margens do Rio do Peixe na localidade Linha Perotto.

O maior barracão da empresa teve o telhado quase todo arrancado com a força do vento. Outras estruturas também foram danificadas.

Na tarde deste sábado, 15, a Valpasa recebeu o prefeito Nadir Baú e o coronel da Defesa Civil do Estado, João Batista Cordeiro Junior.

A Valpasa divulgou também uma mensagem e um vídeo em suas redes sociais.

"Olá amigos, parceiros, clientes e toda a comunidade. Como muitos de vocês já sabem, ontem fomos atingidos por um tornado que deixou muitas marcas na história da Valpasa.?????????Nosso parque fabril foi gravemente afetado, resultando em muitos estragos materiais.?????????Mas em meio a tantos estragos... fomos abençoados por nenhuma vida ter sido perdida ou ferida gravemente.?????????Acordamos hoje ainda um pouco assustados e com um dolorido sentimento de ver a nossa história de 22 anos tão afetada.?????????Mas em menos de 24 horas, já tivemos muitas provas de que a união é o que sempre nos deu forças para continuar.?????????OBRIGADA FAMÍLIA VALPASA - e a todos que levantaram cedo hoje, e junto de nós, já começaram a reconstruir a nossa história.?????????Temos certeza que a ajuda de todos vocês nos fará seguir com mais força e coragem.?????????Amor, amizade e solidariedade são valiosas forças que tornam o mundo um lugar melhor.?????????#forçatangará#forçavalpasa"

Tangará teve 90% das empresas afetadas pelo temporal

Segundo o prefeito Nadir Baú, 90% das empresas de Tangará foram afetadas de alguma forma pelo fenômeno. A Defesa Civil municipal informou que 100 pessoas estão desabrigadas e 20 desalojadas.

A Defesa Civil de SC confirmou a ocorrência de tornados em Água Doce, no Meio Oeste, e em Irineópolis, no Planalto Norte. Em Tangará os rastros de destruição também apontam para algo nesse sentido.

Em um posto de combustíveis o vendaval derrubou a cobertura do estabelecimento e caminhões tombaram no pátio.

O vendaval destruiu ainda várias casas na área urbana e rural do município, deixando dezenas de desabrigados.






Fonte: Caçador Online