ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Governador debate com prefeitos e parlamentares auxílio a municípios atingidos por temporais em SC


O governador Carlos Moisés participou nesta terça-feira, 18, de uma videoconferência com parlamentares e prefeitos de cidades atingidas pelas fortes tempestades e tornados que passaram por Santa Catarina na última sexta-feira, 14. O chefe do Executivo ressaltou as ações de assistência humanitária em andamento para mitigar os danos causados pelos eventos climáticos. Ele também destacou a intenção do Governo em fazer a postergação do pagamento do ICMS para as empresas afetadas, além da criação de linhas de crédito emergenciais por meio dos bancos de fomento, essencialmente o Badesc e o BRDE.

“Temos diversas ações para dar continuidade. Desde já agradecemos a ajuda oferecida pelos prefeitos e parlamentares. Esse é um momento de união. Vamos continuar conversando em busca de soluções que ajudem a diminuir o sofrimento das pessoas diretamente afetadas. Infelizmente estamos vendo a ocorrência de eventos climáticos extremos em sequência, mas o Estado seguirá fornecendo todo o apoio necessário”, declarou o governador após o encontro.


Foto: Flavio Vieira Junior / DCSC

Os prefeitos de Ibicaré, Gianfranco Volpato, de Água Doce, Antônio Bissani, de Tangará, Nadir Baú, de Vargem Bonita, Melânia Meneghini, e de Catanduvas, Dorival Ribeiro dos Santos, relataram os extensos danos sofridos por seus municípios e agradeceram a pronta ajuda do Estado neste primeiro momento, fornecendo ajuda humanitária. Eles foram seguidos pelos deputados estaduais Neodi Saretta, Padre Pedro, Altair Silva, Nilso Berlanda, Marcos Vieira e Paulinha, que apresentaram as demandas relacionadas ao trabalho de recuperação das cidades. Os deputados Saretta e Paulinha também relataram que conversarão com o presidente da Alesc sobre a possibilidade de liberação de recursos do Legislativo para ajudar nesse momento.

O chefe da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Júnior, destacou o trabalho para entrega de telhas, lonas e outros itens de assistência humanitária. Ao todo, 37 municípios já relataram danos por conta dos eventos climáticos. A videoconferência também teve a participação dos secretários da Fazenda, Paulo Eli, da Casa Civil, Juliano Chiodelli, da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, do adjunto da Agricultura, Ricardo Miotto, além dos presidentes da Epagri, Edilene Steinwandter, da Celesc, Cleicio Poletto, e da Casan, Roberta Maas dos Anjos.







Fonte: Governo de Santa Catarina

Foto capa: Julio Cavalheiro / Secom