ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Crianças que vivem em áreas verdes são mais inteligentes

Um estudo realizado na Bélgica revelou que quanto mais próximo à áreas verdes, mais alto é o QI


A conclusão é de um estudo realizado na Bélgica que analisou o coeficiente de inteligência de crianças que viviam em áreas mais verdes e áreas urbanas menos verdes.

A conclusão mostra que o impacto positivo da natureza na vida das crianças vai além do QI mais elevado. Os ambientes verdes estão associados à funções cognitivas como habilidade de memória e atenção. Além disso, as crianças com mais contato com a natureza mostraram redução de problemas comportamentais como agressão e falta de atenção.

A pesquisa se baseou em outros estudos que já mostraram que o tempo na natureza beneficia o comportamento e a saúde mental das crianças. Como por exemplo um estudo que descobriu que as crianças que cresceram com acesso a espaços verdes tinham 55% menos probabilidade de desenvolver transtornos mentais graves mais tarde na vida.

Estudos anteriores já mostraram os benefícios para a saúde de se passar ao menos 20 minutos em um parque ou área verde. Isso porque um estudo realizado no Alabama mostrou que  é uma das maneiras mais rápidas de melhorar a saúde e proporcionar a sensação de felicidade.  Além de reduzir o estresse e a pressão arterial. O momento nos parques também estimula a atividade física, melhora o humor e a saúde mental.





Fonte: Rádio Videira