ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Por ‘estar sujeita a possibilidade de um atentado’, vice-governadora Daniela solicita porte de arma

Em ofício enviado à Polícia Federal, Daniela também informou que sua residência em Chapecó “fica localizada no interior do município e em local ermo”


Foto: Reprodução/Twitter @daniela_reinehr

Na última segunda-feira (20), a vice-governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr enviou um oficio para a Polícia Federal, em que solicita a autorização para o porte federal de arma de fogo. Daniela justifica o pedido por ser uma figura pública e que está “sujeita a possibilidade de sofrer algum tipo de atentado”.

Outro motivo levantado pela vice-governadora a localização da residência dela em Chapecó. Conforme o pedido de Daniela, a casa fica localizada no interior do município e em local ermo.

Em contato com o ClicRDC, a assessoria de Daniela informou que o pedido não tem relação com a segurança protocolar da Casa Militar.  


“Por ocupar o segundo cargo de comando do Executivo estadual, a vice-governadora conta com segurança protocolar da Casa Militar – e aqui vale destacar a competência, dedicação e preparo da equipe que a atende -, e o pedido de porte de arma (Lei 10.826/03) não está primária ou necessariamente relacionado a essa questão.

Como ex-policial militar, a vice-governadora recebeu treinamento para manuseio e/ou uso de armas de fogo, e os motivos elencados no ofício que integra o processo normal de pedido de porte de armas protocolado junto à Polícia Federal (seguindo todos os ritos comuns a qualquer solicitação nesse sentido) são bastante claros e justificam a demanda”, informou a assessoria de Daniela Reinehr.






Fonte: ClicRDC