ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Metsul alerta para uma boa e uma má notícia sobre os gafanhotos


Várias ações coordenadas pelo serviço fitossanitário do governo argentino alcançaram uma redução acentuada da nuvem  de gafanhotos localizadas perto da localidade de Federação, na província de Entre Rios. Entre as ações está a pulverização da área.

A nuvem tinha aproximadamente quinze quilômetros quadrados ao ingressar na Argentina a partir do Paraguai no mês de maio e agora tem um tamanho de cerca de dez quilômetros quadrados, uma redução de um terço. Esta a boa notícia.

Segundo a SENASA, a redução foi proporcionada pelos controles realizados nas províncias de Santa Fé e Corrientes, quando as condições meteorológicas e ambientais permitiam.

“O controle da praga é complexo devido a fatores que condicionam a possibilidade de realização de tratamentos: seu deslocamento e grande poder de vôo, os locais de difícil acesso”, explica o órgão.

Ontem, a aplicação aérea de tratamentos fitossanitários programada para o período da manhã teve que ser suspensa devido às condições meteorológicas. A presença de nevoeiro impediu os voos. As aplicações por terra puderam ser realizadas por produtores da região.

A nuvem de gafanhotos, então, levantou voo lentamente em direção Leste, logo ficando mais perto do Uruguai – apenas 20 quilômetros- e do Rio Grande do Sul. Esta a má notícia.

Percorreu cerca de quatro quilômetros perto da Rodovia 14. Atualmente, ele está assentado na região e não registrou movimentos no final da quinta-feira devido às condições atmosféricas. 





Fonte: Michel Teixeira