ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Médico que não receitar cloroquina deve “pedir para sair”, diz secretário de Brusque

Brusque anunciou novo protocolo com tratamento precoce contra a Covid-19 – Foto: Pixabay/Divulgação/ND

O secretário de Saúde do município de Brusque, no Vale do Itajaí, Humberto Fornari, publicou um vídeo em sua rede social neste domingo (26) no qual anunciou novo protocolo de tratamento precoce para o coronavírus em pacientes do grupo de risco.


“Temos uma população de médicos dentro do Centro de Triagem que ainda estão com dúvida quanto a fornecer a medicação, mas entendemos que eles têm o livre arbítrio de escolher, se não quiserem prescrever [a cloroquina], de pedirem pra sair”, afirma o secretário em um trecho.

Humberto Fornari explica que o novo protocolo tem o objetivo de diminuir o número de mortes no município.

“Nos últimos 20 dias tivemos aumento significativo de pessoas que foram a óbito em nossa cidade. Precisamos dar uma resposta, fazer frente ao processo, a grande maioria dessas vítimas eram pessoas dos grupos de risco”.

Com o novo protocolo, segundo o secretário, os pacientes do grupo de risco receberão atendimento médico no Centro de Triagem, aqueles com indicação de uso passam por uma avaliação cardiológica e, se liberados, recebem a Cloroquina associada com a Azitromicina.

Para estes pacientes específicos, portanto, os médicos são obrigados a prescreverem a medicação. O secretário informou que até o momento nenhum profissional se posicionou de forma contrária.

“Ainda não houve nenhuma manifestação, esperamos que todos profissionais se adequem ao processo, precisamos manter a autonomia médica sem deixar de lado a preocupação com nossa população”.

Para os demais pacientes, há um protocolo inicial com o uso de Azitromicina e Corticoide em baixa dose. Nesses casos, os médicos têm autonomia para receitar ou não, dependendo de cada tratamento.

“Precisamos diminuir a evolução histórica grave da doença. Este é o objetivo da prescrição precoce dos medicamentos”, reforça Humberto Fornari.


Casos de Covid-19 em Brusque

O próprio secretário Humberto Fornari foi diagnosticado com a Covid-19 e chegou a ser internado na UTI do SOS Cárdio, em Florianópolis.

Ele informou que já se recupera em casa, no município de Brusque. “Sintomas iniciaram no dia 1º, iniciei protocolo recomendado pelo médico assistente, porém, no dia 10, fui internado na UTI com grave disfunção respiratória. Hoje estou em casa ainda me restabelecendo do processo todo”.
Conforme as atualizações do secretário de Saúde, no domingo (26), Brusque contabilizava 1.214 casos ativos, com dez pacientes na UTI e 21 internados em enfermaria.

Na manhã deste domingo, Bruque registrou a 25ª morte pela Covid-19, um homem de 52 anos que estava em UTI desde o dia 17.





Fonte: ND+