ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Incêndio deixa uma pessoa morta e três bombeiros feridos, em SC


Um incêndio estrutural deixou uma pessoa morta e três bombeiros militares feridos, no bairro Monte Cristo, em Florianópolis, Santa Catarina. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o fato aconteceu por volta das 22h30, da terça-feira (21). Foram necessárias mais de sete horas para o combate às chamas.


Irregularidade

Segundo o Corpo de Bombeiros, o local afetado era uma edificação mista, ou seja, abrigava um ponto comercial e também apartamentos, porém estava completamente irregular em relação à segurança contra incêndio.

O local não possuía nenhum tipo de sistema preventivo, nem mesmo extintor, o que dificultou ainda mais o trabalho das equipes. Outro fator determinante é que o local possuía uma escada em formato caracol, o que prejudicava a evacuação das pessoas. O comércio era um brechó, que possuía uma grande quantidade de roupas, material extremamente combustível, o que tornou o combate ainda mais intenso, com a presença de muita fumaça.

Os bombeiros informaram que foram empenhados 17 bombeiros militares e oito bombeiros comunitários, de Florianópolis, São José e Biguaçu, além de sete viaturas para conter as chamas, que se propagaram rapidamente, por conta do material combustível.

O combate das chamas visou atingir diretamente o foco, porém com muita dificuldade de penetração de água, por conta da quantidade de roupas acumuladas. Foram necessários cerca de 40 mil litros de água. A ocorrência foi encerrada por volta das 6h desta quarta-feira (22). Conforme os bombeiros, após o rescaldo final, um corpo foi encontrado sem vida embaixo de uma cama, deixado aos cuidados do Instituto Médico Legal (IML).

Com a ajuda da população, com uma escada ao lado de fora, os moradores evacuados, porém uma vítima não conseguia sair do local, por medo de altura. Conforme os bombeiros, o cabo Ernani entrou no local para auxiliar a saída da vítima e entregou equipamento de proteção respiratória.

O Corpo e Bombeiros informou que com o desespero da vítima, o ar que estava no cilindro foi rapidamente consumido, isso fez com que o cabo compartilhasse o próprio equipamento, para que a vítima se mantivesse viva. Com essa ação, o militar inalou muita fumaça e se intoxicou. Ele apresentou uma forte tontura, o que quase o impossibilitou de sair do prédio.

Outros dois militares entraram na situação para retirar o cabo e a vítima, o sargento Uitajuci e a cabo Kassandra, que realizaram amarrações e uma ancoragem para retirar a vítima, bem como auxiliaram o cabo Ernani. Os três militares se intoxicaram com a fumaça e foram encaminhados para a emergência do Hospital Regional, em São José. Todos realizaram exames, foram medicados, liberados, mas seguem em observação.





Com informações Bombeiros de SC