ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Fila do auxílio-doença cresce 120%

Informação é do Tribuna de Contas da União, que relaciona a alta com o fechamento das agências do INSS

Close Up Of Man Using Crutches

O fechamento das Agencias do INSS em março, devido à pandemia, fez com que a fila de auxílio-doença crescesse mais de 120%. A informação é do Tribunal de Contas da União.

 De acordo com o TCU, o estoque de pedidos de benefícios por incapacidade do INSS era de 244 mil solicitações. Em maio, foram registrados quase 546 mil pedidos, 90% deste total eram de auxílio-doença.

Com as agências fechadas não é possível realizar a perícia, parte fundamental para a concessão do benefício. Porém, o INSS informou que autorizou o envio de atestados médicos pelo aplicativo Meu INSS.

Com o envio é possível conceder o auxílio-doença, mas o atestado deve estar legível, ter a identificação do médico, o período e o motivo do afastamento. além disso, o governo autorizou a antecipação de R$ 1.045 para quem está na fila do auxílio doença. A solicitação pode ser feita pelo telefone 135 ou pelo aplicativo de celular e site Meu INSS.

Os postos de atendimento da Previdência devem retornar apenas no dia três de agosto. A volta será gradual e com horário de atendimento reduzido.



Clique aqui e receba notícias do Tílias News diariamente em seu WhatsApp.

Fonte: Rádio Videira/Mais News