ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Voluntários, prefeituras e Defesa Civil trabalham para reparar danos causados pela chuva no Oeste de SC


Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros trabalham nesta sexta-feira (12) para reparar os danos causados pela tempestade que ocorreu no Oeste catarinense na noite de quarta-feira. Uma análise preliminar apontou que o fenômeno que atingiu a região foi uma microexplosão ou um vendaval.

Pelo menos 27 municípios registraram prejuízos causados pelo temporal, segundo levantamento da Defesa Civil. Uma visita do governador Carlos Moisés (PSL) à região afetada está agendada para esta tarde.

De acordo com a Prefeitura de Descanso, pelo menos 280 edificações foram danificadas pelo vendaval e 60 famílias solicitaram auxílio de cestas básicas à Secretaria de Assistência Social. Os mantimentos estão sendo entregues por uma equipe de voluntários.

No fim da tarde de quinta-feira (11), o prefeito Sadi Bonamigo (PT) decretou situação de emergência. O documento foi assinado, mas até a manhã desta sexta-feira não havia sido publicado em decreto.

O vento atingiu também uma escola, um ginásio e galpões. A tempestade derrubou árvores e postes de energia elétrica. Além da região central do município, os locais mais atingidos foram o loteamento Uczai e Jardim Itália, saída para as linhas Gaúcha, Pratinha e Campinas. Já o bairro Antônio Rech ficou sem abastecimento de água e energia elétrica. Segundo a prefeitura, a Secretaria de Agricultura esteve no local com um caminhão-pipa.
Uma central de doações foi criada pela prefeitura e por entidades municipais no ginásio de esportes do bairro Jaroseski. São aceitas doações de alimentos, água potável, material de limpeza, roupas de cama, cobertores, colchões, entre outros itens. As famílias que precisarem desses materiais podem retirar as doações no local das 8h às 17h.

Temporal atingiu municípios do Oeste catarinense na noite de quarta-feira — Foto: NSC TV/Reprodução


Outros municípios

Também registraram danos pelo temporal os municípios de Ipuaçu, Campos Novos, Coronel Freitas, Águas de Chapecó, São Carlos, Nova Itabeiraba, Saudades, Cunha Porã, Irani, Iporã do Oeste, São Lourenço do Oeste, Quilombo e Xanxerê.

No município de Ipuaçu, teve registro de fortes ventos e chuva intensa que causaram danos em edificações e alagamentos pontuais. Foram registrados destelhamentos de residências. As regiões mais atingidas foram Aldeia Pinhalzinho, Aldeia Olaria, Linha Salete, Linha Toldo Velho.

Xanxerê teve alagamentos em vários pontos do município afetando residências. Em linha Invernadinha, uma ponte foi levada pela força da água. Equipes dos bombeiros fizeram o isolamento do local e atendimento às famílias afetadas. Em Quilombo, houve registro de deslizamento de terra com obstrução de via.


Governador visita a região


O governador Carlos Moisés programou uma visita às áreas atingidas pelo temporal na tarde desta sexta-feira (12). Segundo o governo estadual, ele deve se reunir com lideranças locais para tratar de ações realizadas para reparar os estragos causados pelo temporal. Conforme o governo estadual, foram enviadas lonas, telhas e colchões para as famílias atingidas.



 Fonte: G1 – SC