ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PM evita suicídio e apreende duas armas de fogo após disparos, em Caçador


A Polícia Militar foi acionada na tarde desta segunda-feira (22) para atender ocorrência na rua Aristeu Porto Lopes, junto a uma agropecuária. No local havia uma vítima de disparo de arma de fogo e segundo informações o autor estaria se evadindo, conduzindo um veículo VW/Parati de cor azul. No local, foi identificada a vítima, que encontrava-se caída ao solo na lateral da via, próximo ao meio-fio e apresentava um forte sangramento na região direita das costas, sendo atendido pelos Bombeiros Voluntários e conduzido até o Hospital Maicé, onde segundo a equipe médica, apresentava duas perfurações no corpo e seu estado de saúde é grave.

O autor foi abordado, na Rua Domingos Sorgatto, próximo ao Posto Delta, conduzindo o referido veículo. Durante a abordagem, o condutor estava com a arma, um revólver, engatilhado em punho, apontando para a própria cabeça, alterado ameaçava cometer suicídio. De imediato foi isolado o local e acionado o comandante da companhia que se fez presente.

Diante do risco iminente dele cometer suicídio ou disparar contra as guarnições, foi necessário uma ação rápida, onde a porta do passageiro estava aberta e, em um momento de descuido, quando ele apoiou a arma sobre o assento do passageiro com o cano apontado para o assoalho do veículo, um soldado logrou êxito em segurar a mão direita dele e retirar a arma, um revólver calibre 38 com quatro munições já deflagradas.

Após desarmado, foi possível realizar busca pessoal e veicular, onde nada mais de ilícito foi encontrado. Devido ao fato do autor do fato ser idoso, portador de deficiência física (Cadeirante) e estar bastante nervoso, foram acionados os Bombeiros Voluntários que compareceram ao local e conduziram-no até a UPA e posteriormente à delegacia.

Uma guarnição permaneceu isolando o local até a conclusão do trabalho da perícia. Toda ação foi filmada pelas câmeras de monitoramento. Diante da situação, foi lavrado o Boletim de Ocorrência, dado voz de prisão ao autor do fato, lido seus direitos constitucionais e juntamente com o veículo e a arma de fogo foram entregues na delegacia para os procedimentos legais cabíveis.


Em ato contínuo a esposa do autor relatou que ele possuía mais uma arma de fogo em casa em um cofre, as guarnições deslocaram até o local e apreenderam a segunda arma de fogo, um revolver calibre 38 com 18 munições do mesmo calibre e cinco munições de calibre 12.




Fonte: Michel Teixeira