ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Operação de aeronaves turbojatos estão suspensas de forma preventiva no aeroporto de Videira

Obra deverá ser feita em breve para correção do pavimento da pista para liberar o aeroporto por completo



A prefeitura de Videira foi comunicada na semana passada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), de que os pousos e decolagens de aeronaves de asa fixa com motores a reação (turbojatos) no aeroporto Ângelo Ponzoni, estão suspensas de forma preventiva até que sejam feitas as correções na pista. O documento é assinado pelo Gerente de Controle e Fiscalização Substituto da ANAC, Marcelo Koiti Asakura e nele consta que o aeroporto apresenta desagregação do pavimento, fissuras, rachaduras e deformações. A restrição para operação deste tipo de aeronave tem caráter provisório, segundo o comunicado.

Segundo a administração do município a última pavimentação realizada na pista do aeroporto ocorreu no ano de 1999 e depois de lá nada mais foi feito. Em 2016 houve o alargamento em de 2,5 metros em cada lado da pista, porém, sem haver qualquer correção nos 18 metros do eixo, ou seja, a parte antiga da pista não sofreu qualquer intervenção, melhoramento ou pavimentação, salvo uma nova pintura.

O chefe de gabinete da Prefeitura Euro Vieceli, lembra que o aeroporto continua em pleno funcionamento, salvo para aviões turbojatos, sendo que as correções da pista já estão sendo programadas pela administração.

Use as setas para cima ou para baixo para aumentar ou diminuir o volume.

Ele lembra ainda que uma obra que vai custar aproximadamente R$ 500 mil será realizado em breve para correção do pavimento da pista para liberar o aeroporto por completo e que a analise desse valor está sendo realizado pelo setor de finanças.

Use as setas para cima ou para baixo para aumentar ou diminuir o volume.

Sobre o balizamento noturno do aeroporto Ângelo Ponzoni, Vieceli comenta que algumas mudanças precisam ser realizadas, como a colocação de novas lâmpadas para a liberação definitiva da ANAC.

Use as setas para cima ou para baixo para aumentar ou diminuir o volume.


Fonte: Jornalismo Rádio Videira

Foto: Divulgação