ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Governador de SC é o único do Sul que não cortou o próprio salário na pandemia


O governador de Santa Catarina , Carlos Moisés da Silva (PSL), é o único chefe executivo estadual da região Sul do Brasil que não cortou o próprio salario nesse período da pandemia , visto que o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) e o governador Ratinho Jr (PSD) reduziram os próprios vencimentos em 30%.

Os vice-governadores , secretários e segundo escalão governamental do Rio Grande do Sul e Paraná também tiveram redução, pelo período mínimo de três meses, ou enquanto permanecer a pandemia. Na contramão, o governador catarinense que ganha R$ 30.000,00 pelo exercício do cargo não fez a redução.

No Brasil, até esta quarta-feira (22), além dos governadores do Rio Grande do Sul e Paraná, os governadores do (Acre) Gladson Cameli , (Tocantins) Mauro Carlesse e Wellington Dias (Piauí),  tomaram a decisão de reduzir seus vencimentos e de todo o primeiro staff administrativo como forma de contribuir com austeridade econômica em seus estados.

Se o governador Carlos Moisés não diminuiu o salário , vários prefeitos de Santa Catarina já reduziram seus salários juntamento com o primeiro e segundo escalão é o caso do prefeito Mário Hildebrandt (Blumenau), André Moser (Indaial), Gerson Gonçalves (Apiúna), Ércio Krieck (Pomerode), Gean Loureiro (Florianópolis), Rogério Pacheco (Concórdia), Nilvo Dorini (Capinzal), Alessandra Garcia (Santa Cecília), Camilo Martins (Palhoça), Thyago Wanderlan Gnoatto (Dionísio Cerqueira), entre outros.


Fonte: Michel Teixeira

Nenhum comentário