ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Imagem de satélite aponta possível cremação em massa na China devido ao coronavírus

Imagens de satélite sugerem que autoridades chinesas podem estar ocultando o número real de mortes pelo coronavírus.

Imagens de satélite sugerem que autoridades chinesas podem estar ocultando o número real de mortes pelo coronavírus. Reprodução: Daily Mail

Altos níveis de dióxido de enxofre no centro do surto do novo coronavírus podem ser um sinal de cremação em massa, suspeitam autoridades. Nos últimos dias, mapas de satélite mostraram níveis alarmantes de SO2 em torno de Wuhan, a cidade chinesa onde o surto começou. 

Além disso, havia altos níveis de dióxido de enxofre na cidade de Chongqing, que também está em quarentena. Os cientistas dizem que o dióxido de enxofre é produzido quando os corpos são cremados e também quando os resíduos médicos são incinerados. 

Usuários de redes sociais que investigaram os mapas também sugeriram que os cadáveres poderiam estar sendo queimados nos arredores das cidades afetadas.

A China decretou que os corpos das vítimas do coronavírus sejam cremados em funerais discretos para impedir grandes reuniões públicas. A Comissão Nacional de Saúde do país disse no início deste mês que os corpos deveriam ser "cremados por perto e imediatamente". 

Além disso, houve repetidas alegações - embora não verificadas - de que as autoridades chinesas estariam ocultando o número real de mortes acima do relatado com cremações em massa. 

Um mapa do serviço meteorológico checo Windy.com mostrou níveis de dióxido de enxofre em Wuhan a incríveis 1.350 microgramas por metro cúbico (µg/m3) no fim de semana. Para comparação, a Organização Mundial de Saúde (OMS) diz que uma dose de 500 µg/m3 não deve ser excedida por mais de 10 minutos.   

O governo do Reino Unido considera uma concentração de 533 µg/m3 em 15 minutos como 'alta'.  Segundo o mapa, os níveis de SO2 estavam mais baixos hoje, mas Wuhan e Chongqing ainda se destacavam em comparação com boa parte da China.  


Partes de Wuhan ainda mostraram concentrações acima de 500 µg / m3 na segunda-feira, sugeriu o mapa. Os cientistas dizem que os corpos cremados liberam SO2 junto com outros poluentes, incluindo óxidos de nitrogênio. 



Fonte: Opinião Crítica

Nenhum comentário