ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PRESO MORRE NA UNIDADE PRISIONAL DE VIDEIRA


Uma movimentação atípica, foi verificada por várias pessoas na Unidade Prisional Avançada (UPA de Videira), durante a tarde deste domingo, (05/01/2019) e várias informações falsas, passaram a circular em grupos de redes sociais.

O portal Espião de Notícias, fez contato com a direção da Unidade Prisional e com um advogado que integra a Comissão de Direitos Humanos da OAB, onde fomos informados que não houve nenhuma rebelião na unidade, como circula nas FAKE NEWS.

PRESO MORRE NA UNIDADE PRISIONAL


Um preso da Unidade Prisional Avançada de Videira, passou mal no inicio da tarde deste domingo, (05/01), onde imediatamente agentes do DEAP, solicitaram a presença dos Bombeiros e SAMU, para realizar os procedimentos de primeiros socorros no local.

Na cela onde ocorreu o fato, apenas dois homens estavam alocados.

Durante o atendimento emergencial, foi constatado que o homem não possuía sinais vitais e mesmo com todos os procedimentos de reanimação, não voltou a vida.

A Policia Civil e o Instituto Geral de Pericias, foram acionados e estiveram coletando dados no local, onde a vítima foi a óbito, buscando constatar a causa da morte.

Segundo informações, era dia de visita de familiares dos presos, a qual em decorrência do fato, passou a ser cancelada.

No momento, vários agentes do DEAP da região, estavam na Unidade de Videira, almoçando, já que trabalhavam na OPERAÇÃO PRESENÇA, o que acabou confundindo muitas pessoas que passaram a imaginar que fosse uma movimentação dos internos de Videira, o que não é verdade, segundo a direção.

Em contato com a equipe da Unidade Prisional, recebemos uma nota que explica o fato:

Óbito na UPA de Videira:

Na presente data, um reeducando, foi encontrado sem vida na cela onde estava alocado.

O reeducando era natural de Videira/SC, havia ingressado na UPA de Videira em 19.12.2019 e estava preso provisoriamente.

As providências cabíveis foram tomadas, a Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias estiveram no local.


Fonte: Espião de Notícias