ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Deputado catarinense do PSL é investigado pela polícia suspeito de violência

Boletim de ocorrência foi registrado na delegacia de Balneário Rincão, no Sul catarinense

No último final de semana, a esposa do deputado federal Daniel Freitas (PSL) registrou um boletim de ocorrência na delegacia de Balneário Rincão, no Sul de Santa Catarina. A denúncia é por violência doméstica, e a Delegacia Regional de Polícia Civil de Criciúma vai apurar o caso. A informação foi confirmada pelo delegado regional Vitor Bianco Júnior.

De acordo com Bianco, que irá assumir o caso, o registro foi feito com o delegado de plantão, e ele precisa se inteirar dos fatos para poder comentar o assunto. A mulher, de 38 anos, é casada com o deputado há dez anos e eles têm dois filhos.


Por meio de nota divulgada no fim da tarde desta quarta-feira, dia 15, o deputado federal Daniel Freitas nega a agressão à esposa.


Deputado federal Daniel Freitas (Foto: Tiago Ghizoni/Diário Catarinense)

Confira a nota na íntegra:

"O deputado federal Daniel Freitas vem, por meio desta nota oficial, manifestar-se sobre as informações inverídicas que estão circulando sobre uma 'suposta agressão' praticada por ele contra sua esposa.

O deputado federal Daniel Freitas afirma que em momento nenhum agrediu fisicamente sua esposa. O fato deu-se por motivações políticas entre ele e seu sogro, relacionadas à divergências partidárias, e que durante uma discussão os dois (Deputado e seu sogro) entraram em vias de fato, resultando na intervenção de sua esposa no ocorrido, na tentativa de acalmar as partes.

O parlamentar enfatiza, ainda que, a situação foi ocasionada pelo calor do momento, eles mantém uma ótima relação, ressaltando que seu sogro é um homem honrado e de bem; inclusive já conversaram e, através de um pedido sincero de desculpas ao seu sogro e sua esposa, voltaram a se entender.

Segundo o Deputado, com sua educação baseada nos princípios cristãos, jamais submeteria sua esposa e seus filhos a qualquer tipo de humilhação física ou psicológica e que, como marido e pai, sempre pautou a criação dos seus filhos no amor e nos valores; mantendo o casal, em um clima harmônico e de ainda mais união.

Comunicamos que, até o momento, o deputado não foi notificado ou intimado, estando à disposição da justiça para prestar quaisquer esclarecimentos.

O Deputado pede ainda, que sua família, bem como a de sua esposa, sejam respeitadas, pois desentendimentos acontecem em todos os lares; porém, a admiração mútua, sempre será mantida."


Fonte: Diário Catarinense

Nenhum comentário