ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Defesa Civil de Santa Catarina emite nota sobre chegada da fumaça da Austrália

Incêndio em East Gippsland, na Austrália – Foto: Gov Victoria City/Fotos Públicas

Após a informação sobre a chegada da fumaça dos incêndios que atingem a Austrália à América do Sul, a Defesa Civil de Santa Catarina emitiu um comunicado, na tarde desta terça-feira (7).

Conforme o órgão, imagens de satélite da NOAA/NASA “mostram uma pluma de fumaça proveniente da Austrália cruzando o oceano Pacífico em direção à América do Sul, principalmente no Chile, Argentina e até mesmo no Uruguai”.

O principal fator desse movimento é a circulação de ventos nos altos níveis da atmosfera (acima de 10km de altitude), chamados de “correntes de jatos”. Ou seja, uma corrente de ventos mais intensos que sopram da direção oeste para leste.

“Devido a essa circulação de ventos nos altos níveis da atmosfera, é possível que a fumaça chegue à fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai, porém de forma muito fraca. Logo, não há previsão de que esta fumaça avance para Santa Catarina”, finaliza a nota da Defesa Civil, como forma de esclarecer boatos sobre a chegada da nuvem ao Estado.

Confira a nota na íntegra:


“As imagens de satélite da NOAA/NASA que estão circulando mostram uma pluma de fumaça proveniente da Austrália cruzando o oceano Pacífico em direção à América do Sul, principalmente no Chile, Argentina e até mesmo, no Uruguai. O principal fator é a circulação de ventos nos altos níveis da atmosfera (acima de 10km de altitude), chamados de ” correntes de jatos”, ou seja, uma corrente de ventos mais intensos que sopram da direção oeste para leste. Devido a essa circulação de ventos nos altos níveis da atmosfera, é possível que a fumaça chegue na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai, porém de forma muito fraca. Logo, não há previsão de que esta fumaça avance para Santa Catarina.”


Fonte: Michel Teixeira

Nenhum comentário