Notícias Gerais

Localidades, onde antigranizo foi desligado pelo Governo do Estado, ficam destruídas


Diversas localidades, no interior de Caçador e de municípios das redondezas, onde os geradores de antigranizo foram desligados pela negativa de pagamento por parte do Governo do Estado, foram destruídas pela tempestade da noite desta quinta-feira, 17.

Pelo contrário, onde o antigranizo está em funcionamento, pago pela Prefeitura de Caçador, não houve registro de danos por causa do granizo, que caiu de forma insignificante. “Buscamos desde janeiro, por várias vezes, uma articulação junto ao Governo do Estado para que fosse possível o pagamento destes geradores, mas infelizmente não tivemos sucesso. Lamentamos muito”, afirmou o assessor da Prefeitura, Jean Carlo Ribeiro.


Na linha Cará, uma das localidades onde o gerador está desligado pela falta de pagamento do Governo do Estado, plantações de tomate e cebola foram destruídas, bem como parte das de ameixa de pêssego.

Ao todo, a Prefeitura investe mais de R$ 400 mil por ano em 24 geradores, que cobrem boa parte do interior e da cidade. Até o ano passado, o Governo do Estado fazia o pagamento de mais 6 geradores, pouco mais de R$ 120 mil, mas declinou.

“Havia, inclusive a sugestão de que os recursos fossem destinados da Defesa Civil estadual para não onerar a Secretaria de Agricultura. Entretanto, isso não ocorreu e, há poucos dias, o Governo do Estado apenas informou que não pagaria mais o sistema”, finalizou Jean.


Fonte: Notícia Hoje