quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Golpe contra usuários cresce às vésperas do saque do FGTS

Caixa informa que não envia mensagens solicitando informações aos correntistas


Os primeiros a receber até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) terão os valores depositados nesta sexta-feira, 13.

Com a proximidade da data, o número de mensagens duvidosas circulando via WhatsApp, e-mail e SMS também vem crescendo, segundo a Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor).

Em apenas dois dias, mais de 130 mil pessoas foram atingidas por um dos golpes do FGTS no WhatsApp, segundo a PSafe, desenvolvedora brasileira de aplicativos de segurança digital.

Por hora são registrados, pelo menos, 2.083 novos acessos ao link da fraude, de acordo com levantamento feito pelo laboratório especializado em segurança digital da empresa.

O diretor do laboratório especializado em segurança digital da PSafe, Emilio Simoni, classifica o saque do FGTS como “uma temática que faz muito sucesso” entre os fraudadores.

“Somente neste mês, foram 19 páginas criadas com o objetivo de roubar a senha do cartão cidadão e dados do PIS/Pasep dos brasileiros. Dessas, seis estão no ar neste momento, sendo enviadas via SMS e redes sociais”, alerta Simoni.

As mensagens contêm perguntas como: “Deseja sacar todo seu FGTS?” ou “Você sacou algum valor do FGTS nos últimos 3 meses?”. Ao clicar no link sugerido, o usuário expõe seus dados e é induzido a compartilhar a mensagem com amigos.

Em outro golpe, identificado pela Eset, empresa de segurança digital, são divulgadas informações falsas sobre um pagamento retroativo de R$ 1.760 do FGTS.  A vítima é induzida a passar seus dados pessoais e a compartilhar o link.

O que fazer para não cair no golpe do FGTS?

Em nota, a Caixa ressaltou que não envia mensagens solicitando informações sobre o correntista.

“A Caixa Econômica Federal esclarece que não envia mensagens sobre saques das contas vinculada ao FGTS ou que solicite senhas, dados ou informações pessoais do trabalhador. O banco orienta que os trabalhadores busquem informações sobre FGTS disponíveis nos canais oficiais da CAIXA, na internet, no endereço http://www.fgts.caixa.gov.br, no APP FGTS ou no telefone 0800-726-0207, ou em suas agências.  A Caixa alerta os trabalhadores contra golpes e informa que não envia links ou pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.”


Fonte: Jornalismo Rádio Videira/ Com informações ND+


Foto: Imagem ilustrativa/ Divulgação
Mais Notícias