quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Vice-governadora participa de evento em Treze Tílias e comenta polêmica do aumento no ICMS


A vice-governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr participou na manhã desta quarta-feira (21), da abertura do Seminário Estadual da União dos Vereadores de Santa Catarina (Uvesc).

Antes mesmo da sua fala, a governadora recebeu dos vereadores de Treze Tílias, uma moção de repúdio, aprovada na última sessão, em relação ao aumento no Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que afeta diretamente o agronegócio. Um dos pontos de maior destaque é a tributação de 17% sobre os agrotóxicos.

Daniela Reinehr recebeu o ofício e voltou a se posicionar contrária ao aumento dos tributos, lembrando que apresentou propostas alternativas ao governador Carlos Moisés e o diálogo continua aberto.

Segundo a vice-governadora, é importante incentivar a produção orgânica, mas é preciso prestar atenção à competitividade do setor.

Em seu discurso, ela destacou que se tratam de dois nichos de mercado diferentes. Reforçou que defende o agronegócio e que não foi sua intenção criar instabilidade ou atrito com o governador.

Questionada pela reportagem da Rádio Tropical sobre o clima no governo após seu posicionamento contrário ao governador Carlos Moisés, Daniela minimizou a polêmica.

“No governo não falamos só o que o outro quer ouvir, temos a liberdade de argumentar e defender nosso setor. O desconforto ficou mais na mídia e nos comentários, no governo só aumentou o diálogo, porque trouxe para discussão setores que não estavam conversando”, declarou a vice-governadora.

Amanhã, o governador Carlos Moisés deve se reunir com lideranças do setor produtivo para discutir a questão.

Durante sua fala na manhã de hoje, a vice-governadora também destacou a necessidade de deixar as bandeiras partidárias de lado e trabalhar de forma conjunta para o bem de todos.

Ela também garantiu aos mais de 200 vereadores presentes que o governo do estado vai honrar os compromissos assumidos pela gestão anterior, na ordem de mais de R$65 milhões.

No entanto, segundo ela ainda é preciso um pouco de paciência, pois sua gestão pegou um estado “poli traumatizado”, e agora é preciso colocar a casa em ordem.

Daniela Reinehr também destacou projetos do estado na área de educação e de infraestrutura, como é o caso do “Programa Recuperar”.


Fonte: Rádio Tropical FM
Mais Notícias