quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Moradora de Ouro é vítima de golpe pela internet e perde quase R$ 3 mil


Uma moradora de Ouro perdeu quase R$ 3 mil com golpe da financeira nos últimos dias. O fato foi registrado no final da tarde de terça-feira, dia 13, na Delegacia de Polícia do município. 

A vítima, que preferiu o anonimato, contou a reportagem da Rádio Capinzal que estava com o nome “negativado” e que procurou por um empréstimo através de anúncios de financeiras na internet. 

O primeiro contato foi com uma empresa nacional com quem acertou o empréstimo de R$ 10 mil para saldar seus compromissos e “limpar o nome na praça”. 

Após um contato telefônico, ela recebeu os contratos da transação, preencheu conforme orientada e devolveu para a empresa através dos Correios. 

No dia 01 de agosto, enquanto aguardava a liberação dos recursos, a vítima foi contatada por um representante da empresa que pediu a transferência de R$ 302,00 a título de pagamento antecipada da primeira parcela do financiamento e que em seguida os valores seriam liberados. A vítima depositou através de uma agência local. 

Quatro dias depois, outro atendente da empresa fez contato informando que precisava de recursos para saldar pendencias com a Receita Federal por conta do CPF bloqueado. A comunicante depositou mais R$ 1.250,00. 

No mesmo dia, a mesma empresa teria solicitado o depósito de R$ 1.000,00 para quitar pendencias com SERASA e outros órgãos. A vítima depositou já que a financeira prometia que restituiria todos esses valores. Depois desse depósito ninguém mais manteve contato com a comunicante. 

Porém, nesta terça-feira, dia 13, a mulher foi contatada por outra financeira a qual havia também encontrado na internet, com sede em Toronto (Canadá), oferecendo empréstimo na ordem de R$ 10 mil e ela acabou efetuando um depósito de R$ 450,00 a título de taxas e encargos. 

Ao perceber que estava sendo lesada procurou por um escritório de advocacia e foi orientada a registrar o Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia de Ouro. A vítima alega que recebeu via WhatsApp áudios ameaçando-a caso não efetuasse novos depósitos. 

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia do município de Ouro como estelionato e está sendo investigado pelo policial Neury Clóvis Petry.

Por Marlo Matielo

Fonte: Rádio Capizal
Mais Notícias

Previsão do tempo para a região Sul do Brasil