Notícias Gerais

'Maldivas' da Rússia são na verdade lago altamente tóxico


O local é cantado em verso e prosa nas redes sociais como as "Maldivas de Novosibirsk". Só que o paraíso com água turquesa na Sibéria (Rússia) que viralizou após várias postagens no Instagram é uma "pegadinha".

Não se engane, não há beleza natural. As "Maldivas" siberianas são, na verdade, um lago tóxico, contou reportagem da CNN. Para ser mais preciso, um lago altamente tóxico usado para abrigar cinzas de uma usina de carvão, de acordo com a empresa que opera no local. A companhia alertou que nadar no lago é não é recomendável de forma alguma.



O lago está cheio de produtos químicos que podem causar sérios danos à pele, conforme nota da Siberian Generating Company postada na rede social russa VK. A cor da água altamente atraente não passa de resultado de reações químicas.

"Você NÃO PODE nadar no depósito de cinzas. Sua água tem um ambiente altamente alcalino. Sais de cálcio e outros óxidos metálicos são dissolvidos nele. O contato da pele com essa água pode causar uma reação alérgica!", postou a empresa.


Além disso, a empresa alertou que o fundo do lago tem tanto lodo que é praticamente impossível sair dele.



Muitos frequentadores conhecem a verdade sobre o lago, mas se sentem atraídos por sua "beleza".


"Sabemos que o lago é tóxico e não entramos na água", disse à CNN Marina Zheleznova, jovem siberiana que foi ao local com o namorado. "Mas muitos fazem piquenique à beira da água. Vi um homem se banhando aqui, o que é estritamente proibido", acrescentou ela.








Fonte: EXTRA