Notícias Gerais

Existe um padroeiro para quem joga videogame?

2 santos podem ser apresentados a quem gosta de se divertir, sem se tornar escravo dos jogos eletrônicos


Para alguns jovens, os santos parecem antiquados e não têm qualquer conexão com seus interesses modernos. Embora haja muitos santos para várias profissões, parece que não existem santos para as crianças e jovens que amam  videogames, por exemplo.

No entanto, existem pelo menos dois santos que podem ser apresentados a quem não vive sem os jogos eletrônicos.

O primeiro é São Luís Gonzaga, um santo jesuíta que viveu durante o século XVI. Ele é geralmente considerado como o santo padroeiro dos jovens, já que morreu com 23 anos.

Um dia, São Luís estava jogando xadrez com alguns seminaristas. Alguém perguntou: “O que você faria se soubesse que só tinha uma hora de vida?”


Enquanto alguns disseram ir à confissão ou receber a Sagrada Comunhão, São Luís teria dito que já que seus superiores lhe deram permissão para jogar xadrez, e ele não tinha outros deveres urgentes, ele terminaria o jogo, pois acreditava que era a vontade de Deus naquele momento.


Outro (futuro) santo é o Venerável Carlo Acutis. Ele foi um menino italiano que morreu em 12 de outubro de 2006, aos 15 anos, de leucemia. Era um “geek” e iniciou um projeto para catalogar todos os milagres eucarísticos do mundo.

Certa vez, a mãe dele disse à CNS: “Carlo levava uma vida normal: ia à escola, praticava esportes, jogava videogames, embora geralmente apenas uma hora por semana, porque entendia que as pessoas poderiam se tonar escravas dos videogames”.


Portanto,  invoque São Luís Gonzaga e o Ven. Carlo Acutis quando você precisar se manter focado em Deus enquanto se diverte e não é escravizado pela tecnologia.



Fonte: Ateleia