sexta-feira, 5 de julho de 2019

Abrigos municipais recebem 210 pessoas em situação de rua nesta madrugada em Florianópolis

Nos espaços, disponíveis na Ilha e no Continente, população de rua garante refeição, banho quente e local para dormir

Com a chegada do inverno e a queda da temperatura registrada pelos termômetros, a prefeitura de Florianópolis estendeu o horário de acolhimento na Passarela da Cidadania, que oferece abrigo durante a noite, banho quente e refeições para pessoas em situação de rua.


Na madrugada desta sexta-feira (5), 98 pessoas dormiram nos abrigos do Jardim Atlântico e na Passarela da Cidadania. Nos abrigos da da General Bittencourt, Hercílio Luz, Capoeiras e na Casa de Apoio, que recebem pessoas consideradas em situação de rua, outras 112 pessoas passaram a noite.

Cerca de 100 pessoas foram encaminhadas para a Passarela da Cidadania e para o abrigo no Jardim Atlântico nesta sexta-feira – PMF/Divulgação/ND

Por causa do frio, a equipe de abordagem da prefeitura tem percorrido as ruas diariamente, entre as 19h30 e a meia-noite, e realizando abordagens que orientam a população em situação de rua sobre os serviços e abrigos disponíveis.


Na madrugada desta sexta, 35 pessoas em situação de rua foram encaminhadas para o abrigo no Jardim Atlântico e outras 63 ficaram na Passarela da Cidadania.

Atualmente, segundo a secretaria de Assistência Social, há cerca de 459 pessoas nas ruas de Florianópolis. Devido ao frio intenso registrado recentemente e à previsão para os próximos dias, o horário de acolhimento na Passarela da Cidadania, um dos pontos de abrigo, foi estendido até as 23h.

Equipe de sensibilização realiza abordagem aos 
moradores de rua – PMF/Divulgação/ND

Como ajudar?


Caso uma pessoa seja encontrada em situação de vulnerabilidade, a equipe de sensibilização, um dos grupos de abordagem, pode ser acionado pelo telefone (48) 3223-8566, das 8h às 20h.

Além de banho quente e local adequado para dormir, moradores de rua também tem direito à uma refeição – PMF/Divulgação

Confira a lista de abrigos ofertados pela Prefeitura:

  • Passarela da Cidadania: média de 65 usuários, 80 vagas para pernoite
  • Abrigo do Jardim Atlântico: média de 30 usuários, 80 vagas
  • Abrigo em Capoeiras: 26 usuários, 30 vagas
  • Abrigo na General Bittencourt (Casa Passagem): 30 usuários, 30 vagas
  • Casa de Apoio (Casa Rosa): 11 usuários, 20 vagas
  • Abrigo da Maçonaria (avenida Hercílio Luz): 45 usuários, 50 vagas
  • Casa de Passagem para Mulheres Vítimas de Violência e em situação de Rua: 5 mulheres e crianças, 15 vagas (neste caso, nem todas as pessoas abrigadas são consideradas em situação de rua)
Fonte: ND+                 
Mais Notícias

Previsão do tempo para a região Sul do Brasil