segunda-feira, 10 de junho de 2019

Por que Joaçaba não tem a sua expo?

Esta é a pergunta que muita gente faz!


Em todas as rodas de conversas, quando se entra no assunto, a pergunta é: por que Joaçaba não tem uma expo?

Esse assunto ganha mais força a cada vez que algum município da região resolve realizar o seu evento. Todos, realizam com grande sucesso. Muita gente pensa de cara nos shows nacionais, atrações diferentes que atraem cada vez mais público. Porém, o maior objetivo deste eventos é destacar o comércio, a indústria, enfim, aquecer a economia local.


Essa valorização passa pela geração de negócios e oportunidades, mas também pelo reconhecimento através de um espaço dedicado a quem tanto ajuda a desenvolver o município.

Para os mais novos, cabe aqui relembrar que Joaçaba já teve suas feiras. As primeiras edições aconteciam no terrenos onde hoje estão a Havan e o Caitá, ao lado do Acesso Adolfo Zigelli. Depois, no começo dos anos 2000 foi lá para o CPJ, onde a Expoeste atraia bom público. Este último evento era organizado pela Associação Comercial e Industrial do Oeste Catarinense (ACIOC) e Prefeitura. Shows nacionais, mostras e exposições transformavam o local.

Mas, acabou!

Desde então, por coincidência ou não, Joaçaba perdeu o protagonismo da região e outros municípios passaram a organizar seu eventos.

O maior exemplo de sucesso vem de Treze Tílias, que transformou uma área fora da cidade em um grande parque e lá dá exemplo de como se organiza o um evento, concorrido por expositores de toda a região. Lá o prefeito mexeu com o orgulho da cidade e fez com que a expo se tornasse exatamente isso, um orgulho local.

Aqui em Joaçaba o maior evento segue sendo o carnaval e parece que nenhum outro pode coexistir com ele. Isso não é verdade! O que falta é iniciativa e vontade de fazer.

Mas não é só isso. Obtive a informação que uma empresa promotora tentou abrir conversas para realizar aqui um evento, mas encontrou todo tipo de dificuldades burocrática e políticas. Desistiu!

Joaçaba parece se fechar cada vez mais, mas o que precisa é exatamente o contrário, se abrir, atrair, deixar que boas ideias cheguem e quem as recebe que esteja aberto a ouvir e levar adiante.


Sem novidades, iniciativas que animem, seguiremos esquecendo quem já fomos e nos contentando em apenas visitar os demais municípios e voltar aqui para dormir.

Fonte: Portal Éder Luiz  
Mais Notícias

Previsão do tempo para a região Sul do Brasil