terça-feira, 4 de junho de 2019

Novo Hamburgo – Sócia da Indeal é liberada; PF deve concluir inquérito sobre empresa suspeita de operar no mercado de criptomoedas


A Justiça autorizou a soltura de uma das de pessoas presas por envolvimento com a InDeal, empresa de Novo Hamburgo que diz operar no mercado de criptomoedas. A mulher de um dos sócios, presa em um sítio do bairro Lomba Grande, conquistou o direito de responder o processo em regime domiciliar. Ela é acusada pelo Ministério Público Federal de auxiliar o grupo no esquema criminoso.

Os demais presos durante a operação, inclusive os cinco sócios da InDeal, seguem presos, à disposição do judiciário. Conforme apurou o Jornal Zero de Porto Alegre, os advogados de defesa dos presos já tentaram, pelo menos, seis vezes soltar os clientes, porém sem sucesso.

Em Concórdia, são vários os investidores da Indeal, segundo os dados divulgados pela Atual FM. De acordo com as informações, a empresa conseguiu captar de clientes de Concórdia quase R$ 3 milhões. Por enquanto, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal estão analisando os dados e cruzando documentos para concluir o inquérito.

A tendência é de que o inquérito seja concluído em no máximo 10 dias. A investigação aponta que a empresa teria captado em pouco mais de um ano cerca de R$ 1 bilhão. Não se tem previsão para devolução do montante que foi bloqueado através de medida judicial.

Fonte: Atual FM
Mais Notícias

Previsão do tempo para a região Sul do Brasil