quarta-feira, 26 de junho de 2019

Campanha da Unoesc está arrecadando lacres e tampinhas

Tudo o que se considera como plástico duro pode ser doado.


A arrecadação de tampinhas plásticas terá o lucro revertido para a ONG Voluntários Amigos dos animais

A Unoesc, por meio da Gerência Administrativa, juntamente com os professores, funcionários e alunos, aderiu às campanhas de arrecadação de tampas plásticas e lacres. As iniciativas partiram do curso de Ciências Contábeis que já participa desse tipo de atividade por meio do Núcleo de Atendimento Fiscal (NAF) que desenvolve o programa de educação fiscal e formação cidadã junto as escolas estaduais e municipais de Joaçaba, Capinzal, Campos Novos e Chapecó.


— A arrecadação de qualquer tipo de tampa, ou plástico duro, terá lucro revertido para a ONG Voluntários Amigos dos animais. Já os lacres são utilizados para troca por cadeiras de rodas para serem doadas às entidades beneficentes — explica a coordenadora do curso, professora Ardinete Rover.

Conforme relata Ardinete, esse ano a mobilização para a campanha se dará de forma conjunta com a universidade e as escolas participantes do projeto de educação fiscal.

— Uma das tarefas dos alunos é justamente a arrecadação de lacres e de tampas, que além de ampliar a arrecadação dos objetos, tem como objetivo despertar nos adolescentes a conscientização, preservação do meio ambiente e solidariedade — enfatiza a professora.


A voluntária da ONG Amigos dos Animais, Fabiane Michaito (E) e a Coordenadora 
do curso de Ciências Contábeis, professora Ardinete Rover (D)

A voluntária da ONG, Fabiane Michaito, explica que para cada kg de tampinha arrecadado é pago aproximadamente R$ 0,80 centavos, sendo que o objetivo é que se arrecade quatro mil kg até o final do ano. Ela ressalta que não precisa ser necessariamente apenas tampinhas de garrafas pets, tudo o que se considera como plástico duro pode ser doado, como tampas de xampu, creme dental, potes de margarinas, tampas de sabão líquido, cápsulas de máquina de café, etc.

— Para nós essa campanha é de uma importância infinita, já que nossa ONG não recolhe animais, mas sim castra, buscando o controle da natalidade animal, evitando o abandono e maus-tratos. O valor arrecadado será utilizado principalmente no final do ano, período que temos menos contribuições — destaca Fabiane.


Existem pontos de coletas por toda a universidade, para coleta de tampas, no multimeios do campus 1 e 2, nas secretarias de curso de Ciências Contábeis e de Direito, já os lacres podem ser entregues no Centro Administrativo - setor DH, Biblioteca Universitária, Secretaria do curso de Direito, AMU, Secretaria dos cursos de Engenharia, Secretaria dos cursos de Saúde, multimeios campus 1 e Campus 2 e nas escolas que estão inseridas no programa de educação fiscal e formação cidadã.



Fonte:Adriano França - Assessoria de Imprensa Marketing e Comunicação Unoesc Joaçaba
Mais Notícias