sexta-feira, 31 de maio de 2019

Videira – Uma residência precisou ser interditada no bairro Água Verde


Até  as 10 horas  da manhã desta sexta-feira, 31, o volume de chuva em Videira atingiu 80 milímetros. Já na região de Caçador foram 140 milímetros de chuva, o que vem ocasionando inúmeros problemas.

Com tanta precipitação nas cabeceiras  do Rio do Peixe, a tendência é que o nível continue subindo e alagando outros pontos. Durante a manhã, o coordenador da Defesa Civil de Videira, Luiz Gabriel Fianco, fez um balanço da situação, que inclui a interdição de uma casa no bairro Água Verde.

Fianco também relata um deslizamento de terra ocorrido no Loteamento Linha Bonita, que não chegou a afetar as casas.  Ele orienta a comunidade como proceder no dia de hoje e alerta para que qualquer situação de risco seja comunicada a Defesa Civil.

BOLETIM 1 – 11h20
SITUAÇÃO DAS CHUVAS EM VIDEIRA
VOLUME DE CHUVAS
– Nas últimas 24h choveu cerca de 82 milímetros no município.
INTERIOR
– No interior houve a interdição de tráfego de vias vicinais, pela alta vazão dos rios e devido a quedas de árvores na comunidade de Anta Gorda e Linha Benedetti.
BAIRRO CARELLI
– A rua Anita Garibaldi, que dá acesso ao bairro Carelli, está interditada, sem previsão de liberação. A aulas na Escola Gabriel Bogoni estão canceladas nesta sexta-feira (31).
RUA XV DE NOVEMBRO
– Na rua XV de novembro, nas proximidades da Loja Possenti, o Rio do Peixe já atingiu as margens da via, porém ainda não atingiu a pista. O local segue monitorado.
BAIRRO PEDREIRINHA
– No bairro Pedreirinha os possíveis pontos de alagamento e das casas próximas ao leito do rio, estão sendo monitorados. Até o momento a situação é de estabilidade, porém, caso continue chovendo, será necessária a intervenção.
RIO DAS PEDRAS
– A situação do Rio das Pedras é a mais preocupante no momento. O rio está 3,3 metros acima do leito normal. Nas proximidades da Prefeitura, o nível da água já chega próximo à ponte. O trânsito segue dentro da normalidade.
ROMPIMENTOS
– Houve rompimentos de tubulação pluvial, deslizamento de terra no Loteamento Linha Bonita e aberturas de buracos em vias públicas. Até o momento não foram registrados danos à vida.
RIO DO PEIXE
– O Rio do Peixe está 5,5 metros acima do nível normal. A Defesa Civil segue monitorando a situação para identificação de pontos alagamentos em várias regiões da cidade.
PREVISÃO DE CHUVAS
– Segue a previsão de chuvas para o município de Videira, entre 25 a 30mm. As chuvas em Caçador, cabeceira do Rio do Peixe, também podem gerar impacto, naquele município a previsão é de 30 e 40mm para hoje.
CUIDADOS COM A CHUVA
– A Defesa Civil solicita que os videirenses tenham cuidado ao transitar pelas vias e que em caso de necessidade, o órgão deve ser acionado através do 199. Toda informação oficial será repassada pela Defesa Civil. A situação encontra-se em alerta laranja, e deve-se evitar o trânsito em locais de risco.

CAPTAÇÃO E ABASTECIMENTO DE ÁGUA – VISAN
– Devido as elevadas precipitações, a turbidez da água do rio tem apresentado variações intensas e repentinas, dificultando o processo de tratamento. A fim de garantir a qualidade da água distribuída, a Visan está diminuindo a vazão do processo e solicita a toda comunidade que economize água. A Visan informa ainda que poderá ocorrer a inundação do sistema de captação de água, sendo necessária a paralisação do sistema. Por enquanto, esta medida não foi tomada.
Fonte: Rádio Videira 
Mais Notícias

Previsão do tempo para a região Sul do Brasil