segunda-feira, 18 de março de 2019

Novo comandante da Polícia Militar Ambiental quer promover parceria com produtores rurais

O 1º tenente Marcelo Correia Macedo assumiu o comando da Polícia Militar Ambiental, Regional de Joaçaba, na última quarta-feira (13). A regional atende 39 municípios do meio-oeste e oeste do estado, de Joaçaba até Concórdia.

Natural de Vitória, no Espirito Santo, e formado em Direito, Tenente Macedo resolveu deixar a advocacia e prestar concurso para oficial da Polícia Militar de Santa Catarina em 2010.

Desde então, passou por Florianópolis, Curitibanos e também em Canoinhas, onde atuou como subcomandante da Polícia Militar Ambiental. Neste ano recebeu o convite para comandar a Regional de Joaçaba.

Em entrevista à Rádio Tropical, o novo comandante destaca que assume o cargo com o objetivo de fazer um policiamento ambiental de proximidade com o produtor rural, desmistificando a ideia de que a Polícia Militar Ambiental seria sua inimiga.

Macedo lembra que sempre foi muito próximo do meio rural, por ter familiares na atividade e percebe que o maior interessado na preservação do meio ambiente é o produtor e por isso seu objetivo é minimizar ou mesmo acabar com essa espécie de inimizade imaginada na sociedade.

Como comandante, ele diz que espera ser parceiro dos agricultores e pecuaristas, levando segurança para as atividades rurais.

Para isso, estão sendo programadas reuniões com lideranças da comunidade, prefeitos, presidentes de sindicatos, para formar uma rede de segurança, afim de identificar quais os problemas enfrentados e suas soluções.

A fiscalização ambiental, no entanto, não será abandonada. Isso porque, destaca Tenente Macedo, é por meio da parceria com o produtor que a preservação ambiental é alcançada de forma direta.

“Não podemos prejudicar a atividade econômica em prol do meio ambiente, mas também não prejudicar o meio ambiente em prol da atividade econômica. Isso se chama sustentabilidade. É preciso equilíbrio”, reforça ele.

Na 1ª semana de trabalho a Polícia Militar Ambiental realizou uma reunião com a presidente da Avercam, Tatiane Mendes dos Santos para definir parcerias com os produtores da região dos campos.

Educação

A Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina também mantém programas de educação voltados para crianças e adolescentes.

O PUMA – Programa Unidos pelo Meio Ambiente capacita crianças de 10 a 12 anos, enquanto o PROA, Programa de Protetores Ambientais atua com adolescentes de 12 a 14 que posteriormente se tornam instrutores ambientais.

O quartel da Polícia Militar Ambiental fica próximo ao Presídio de Joaçaba e funciona na sede de uma antiga escola.

O comandante adianta que no local deve ser implantada uma área verde com o abrigo de animais silvestres resgatados. O local também servirá para visitação e inscrição das crianças, que poderão conhecer mais sobre a fauna e flora nativas da região.







Fonte: Rádio Tropical FM
Mais Notícias