Pesquisar em Tílias News

Últimas Notícias

terça-feira, 12 de março de 2019

Diretor de posto de saúde banca reforma em unidade para amenizar desconforto de pacientes



Ver crianças e responsáveis aguardando por uma consulta sob um calor de 43 graus, no Centro Especializado de Saúde Paul Harris, na Posse, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, foi o suficiente para deixar o neuropediatra Newman Nigro incomodado. O médico decidiu, então, fazer uma reforma na unidade. Mas detalhe: ele bancou a obra. Newman gastou R$ 1.719,14 com o material para fazer o rebaixamento do teto com forro PVC e isolamento de isopor, R$ 300 com as luminárias e R$ 1,8 mil com a mão de obra.

— Comentamos sobre a necessidade de fazer uma obra aqui, mas a prefeitura não tinha condições. São 57 unidades. Temos boa relação com o secretário e o prefeito, tanto que a luminária que tiramos daqui foi para outra unidade — lembra o médico.

Newman — que é concursado e diretor-médico do posto — trabalha há 20 anos no local, mas não é a primeira vez que ele utiliza meios próprios para melhorar o centro especializado. Há um ano e meio, comprou uma geladeira e um microondas para a unidade. No início de 2017, impediu que os funcionários do posto cruzassem os braços:

Com a reforma na unidade, temperatura ficou mais agradável para os pacientes
Foto: Cléber Júnior / Agência O Globo

Teto antes da reforma: telhas de amianto e muito calor Foto: Reprodução Facebook



— Fomos a única unidade que não entrou em greve. Fizemos um rodízio. Cada dia da semana, um grupo vinha trabalhar. Dava uma parte do salário dos técnicos e dos funcionários do administrativo e uma ajuda de custo para transporte e alimentação — ressalta Newman, que também tem um consultório particular em Nova Iguaçu.

Na próxima semana, três novos ventiladores vão ser adquiridos para a unidade. Newman ia comprar do próprio bolso, mas um clínico da unidade, Fábio Moraes, viu a iniciativa e decidiu doar R$ 1 mil. A obra na unidade rendeu um agradecimento até do secretário municipal de Saúde, Manoel Barreto, pelo Facebook.

O Centro Especializado de Saúde Paul Harris tem 25 funcionários e atende cerca de 1.200 pessoas por mês. Responsáveis e pacientes também aprovaram a boa ação do neuro pediatra. A última reforma na unidade foi em 2016.


— A recepção ficava muito quente e isso deixava as crianças mais agitadas — conta a artesã Maria José Duque, de 52 anos, que leva os netos Sammuel e Miguel para atendimento com Newman.

A artesão Maria José Duque com os netos Miguel e Sammuel aprovou a reforma
Foto: Cléber Júnior / Agência O Globo



Para a dona de casa Marilene Nascimento Melo, de 54 anos, elogiou o comportamento do médico:


— Como ótimo médico que é, não pensou só nele, e, sim, nos pacientes

Temperatura alta antes da reforma Foto: Reprodução Facebook

Resposta da Secretaria Municipal de Saúde


A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Iguaçu reconhece a iniciativa dos médicos. Devido à falta de atualização nos repasses federais para o Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI), grande parte dos recursos da Secretaria de Saúde são destinados para manter a unidade sempre de portas abertas. Dos R$ 19 milhões gastos mensalmente no HGNI, R$ 8.5 milhões saem dos cofres municipais. Apesar destas dificuldades, a prefeitura vem buscando investir em melhorias nas unidades básicas de saúde. Uma licitação está em andamento para obras de reparos em 13 das 57 unidades básicas de saúde.



Fonte: G1

Nenhum comentário: