domingo, 3 de março de 2019

Criança de Caçador envia carta à Rainha da Inglaterra e recebe resposta

Correspondência chegou dois meses após o envio da carta. Eduardo Gabriel, de 12 anos, fez um desenho e enviou para a Rainha que retribuiu a gentileza



Um menino de 12 anos recebeu no último 17 de fevereiro a resposta de uma correspondência enviada à Rainha Elizabeth II em dezembro de 2018. Eduardo Gabriel Vieira, que mora em Caçador, teve interesse em se comunicar com a monarca após encontrar histórias sobre a monarquia britânica em suas pesquisas na internet.

"Faz 67 anos que ela ocupa o trono da Inglaterra, assim eu comecei a gostar dela e surgiu essa curiosidade na minha cabeça de mandar uma carta pelo correio" conta o menino que sonha em ser escritor.

Entre as curiosidades que Eduardo encontrou em sua pesquisa, está o tempo em que a Rainha Elizabeth ocupa o trono inglês e com o apoio a avó Rosilei a carta chegou ao país britânico.

Eduardo com a carta que recebeu do Palácio de Buckingham


"Eu achei meio impossível, né? Porque a gente mora tão distante da Rainha. Mas, eu apoiei ele e perguntei se ele tinha o endereço. O Eduardo foi atrás de tudo, fez a carta em português e depois traduziu para o inglês", diz ela, que foi a responsável por enviar a correspondência.

"Rainha da Inglaterra eu escrevo esta carta porque sou seu fã e meu sonho é ir visitar a Inglaterra e seu palácio".


No domingo de 17 de fevereiro a resposta chegou com o selo real, enviada diretamente do Palácio de Buckingham. Na carta, escrita a pedido da Rainha por um assessor, veio o agradecimento e apreço pelo pensamento de Eduardo sobre ela, além de alguns folhetos sobre a família real britânica.

Resposta da carta enviada à Inglaterra em dezembro de 2018 

"Eu quero mandar mais uma carta para ela para agradecer pelos folhetos que ela me mandou e também pelo elogio que ela fez. Eu queria elogiar ela também por ela ser a rainha mais popular do mundo" diz o menino. 

O orgulho por receber a resposta da monarca chegou também na escola em que Eduardo estuda, onde foi feito um mural na entrada do local com uma réplica da carta, alguns dos desenhos feitos por ele e a correspondência com o selo real.


"É uma motivação, né? Para os outros alunos se espelharem nele e também correrem atrás dos sonhos" diz a diretora da escola, Lucélia Cordeiro.

Fonte: Diário Rio do Peixe
Mais Notícias

Previsão do tempo para o Brasil