Notícias Gerais

Câmara de Treze Tílias aprova projeto de reposição salarial dos servidores


A Câmara de Vereadores de Treze Tílias aprovou nesta segunda-feira, dia 18, projeto que dispõe sobre a revisão anual dos vencimentos dos servidores do poder executivo e dos agentes políticos.

Pelo projeto, o aumento dos servidores será de 5,05%, sendo que 4,05% corresponde ao (IPCA), Índice de Preços ao Consumidor Amplo, que mede a inflação oficial do país no período de 1º de dezembro de 2017 a 30 de novembro de 2018 e 1%, de reajuste real sobre os vencimentos.

O prefeito Mauro Dresch justifica que os valores foram estudados pela equipe técnica da Prefeitura e que, após a análise séria dos dados, foram transformados em projeto de lei.

Também foi aprovado projeto de lei parlamentar que estabelece revisão geral anual e reajuste no âmbito da Câmara de Vereadores, no mesmo percentual do executivo, 4,05% corresponde ao (IPCA), e mais 1%, totalizando 5,05%.

Foi aprovado projeto que autoriza o Poder Executivo Municipal a efetuar despesas da premiação do Concurso Leiteiro, a ser realizado durante a 7ª Expotílias, no valor de R$ 9 mil reais.

Para o vereador Leocrides Brandalise, a premiação é um importante incentivo aos produtores, mas disse que o valor poderia ser maior.

Também foi aprovado projeto, que autoriza o município de Treze Tílias a firmar convênio com Água Doce, através da Secretaria Municipal de Saúde, para a prestação de serviços do (CAPS), o Centro de Atenção Psicossocial.

O convênio prevê o repasse de R$ 5 mil mensais até o final do ano. Atualmente o CAPS de Água Doce, atendo 52 pacientes de Treze Tílias. A vereadora Soraya Bosing Juchen, disse que o convênio do CAPS é muito importe, pois segundo ela, é essencial para muitas pessoas que buscam ajuda psiquiátrica.

Nas manifestações na Tribuna Livre, o vereador Luiz Augusto Perondi Wesenschelder, destacou a precariedade do sinal da telefonia móvel, ofertada pela operadora TIM. Segundo o vereador, muitos empresários o procuraram para relatar que perderam negócios por conta do sinal precário na cidade.

De acordo com Luiz Augusto, a TIM também precisa ampliar o sinal na cidade, pois conforme o vereador, não chega, por exemplo ao Bairro Pôr-do-Sol.

Já técnicos da TIM informaram na semana passada, que o problema foi causado por um superaquecimento, pois não há ar condicionado no contêiner que abriga os equipamentos.

A climatização deve ser instalada nos próximos dias e os equipamentos substituídos até o próximo mês. Luiz Augusto também falou que se reuniu com a APP e direção da Escola Estadual São José, junto com os donos do imóvel, onde funciona o educandário. O vereador disse que verificou que a escola está em boas condições.

No entanto, Luiz Augusto, afirmou que muitas vezes estado não repassa os recursos necessários para manter a escola em dia. Conforme o vereador, direção, APP e proprietário do estabelecimento, estão fazendo sua parte.

Luiz Augusto exemplificou, que a instalação do ar condicionado, que é de competência do governo estadual, foi instalado há 12 anos, mas que nunca funcionou.

O vereador José da Rocha falou sobre o atendimento de plantão das farmácias nos finais de semana. Conforme Rocha, é uma antiga reivindicação da população trezetiliense.

Leocrides Brandalise, disse que concorda com o atendimento de um sistema de plantão das farmácias, e ressaltou, que se não houver entendimento, será necessário criar uma lei para a efetivar a implantação de um sistema desse tipo de atendimento.

No entendimento de José da Rocha, seria importante que os donos de farmácias se organizassem e chegassem, a um atendimento sobre a questão.

Nas manifestações da palavra livra, Soraya Boesing Juchn, faz um desabafo sobre o caso do ataque na escola de Suzano. Para a vereadora, está faltando calor humana, mais amor no coração. Ela observa que a base familiar está desestrutura, e que os professores estão de mãos atendadas, e que os docentes ficam apreensivos em situações como essas.

O vereador Adriano Feiltrecker, sugeriu uma guarda armada nas escolas do município, porque segundo ele, a escola não é mais a mesma de 10 ou 20 anos atrás. Ele constata que as escolas estão desprotegidas, fazendo uma relação com a violência ocorrida em São Paulo.

Feiltrecker disse que não se pode ficar esperando as tragédias acontecerem, por depois fazer alguma coisa, é necessário, conforme ele, fazer algo para prevenção.

É uma ideia a ser amadurecida, segundo Adriano Feilstrecker. A vereadora Sorya, ainda reforçou a importância do uso do uniforme, que identifica os alunos.

A vereadora Dirlei Barbieri Rofner, comentou que os pais precisam dar mais atenção e amor aos filhos, não importando a quantidade de tempo que passam juntos, mas a qualidade que os pais dispendem no trato com os filhos.

No início da sessão desta segunda-feira, foi observado um minuto de silêncio em homenagem a Fábio Dresch. Os vereadores lamentaram a morte do empresário, que segundo eles, foi uma perda irreparável para Treze Tílias.

O presidente da câmara, Renato de Bastiani, informou que na sessão do dia 1º de abril, haverá a presença da Gerente Regional da Celesc, Sílvia Pozzobom, atendendo a um convite formulado pelo legislativo trezetiliense.


Fonte: Rádio Tropical FM

Nenhum comentário