quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Visitante inusitado é flagrado passeando no centro de Arroio Trinta

Um bugio casou surpresa e encanto nesta quarta-feira (13) ao aparecer no centro da cidade de Arroio Trinta. Cerca de 200 metros da prefeitura municipal, o primata foi flagrado por pessoas que passavam pelo local. Rapidamente as fotos viralizaram na internet, sendo compartilhadas por centenas de grupos no WhatsApp.



Em um primeiro momento a informação causou dúvida, afinal, não é comum que a comunidade veja um bugio com um porte avantajado na região, quem dirá em locais urbanizados. Apesar deste animal existir em grande escala em municípios que possuem grande extensão territorial de mata nativa, como é o caso de Arroio Trinta, o primata não tem o costume de habitar áreas urbanas.

Para desmistificar o caso, a reportagem da Rádio Vitória entrou em contato com a Polícia Militar Ambiental e conversou com o Cabo Michel Dakmer. O militar explicou que o animal é característico da região meio-oeste catarinense, e reforçou que Arroio Trinta é uma cidade em que, eventualmente, ele pode aparecer, como foi o caso desta quarta-feira.

Michel, no entanto, pontuou que é difícil o bugio se aproximar tanto de pessoas ou casas, ou seja, o primata que estava no centro da cidade poderia estar desorientado ou apenas buscando por alimentos. As possibilidades são diversas.

Na manhã desta quinta-feira, o funcionário público Cesar Altenhofen explicou que o fato foi registrado por volta das 15h e que, embora o bugio tenha chamado a atenção, acabou também despertando a preocupação em algumas crianças. Ainda conforme Cesar, esta foi a primeira vez que um primata foi flagrado no centro de Arroio Trinta.

O bugio

Está entre os maiores primatas neotropicais, podendo atingir até 9 kg de peso. A altura do corpo varia de 30 a 75 centímetros, sendo que o comprimento máximo da cauda chega a atingir 80 cm. Vive em bandos de três a doze indivíduos, de ambos os sexos e várias idades, chefiados por um macho adulto.


Sua pelagem varia de tons ruivos, ruivo acastanhados, castanho e castanho escuro, essa variação de coloração é devida a diferenças individuais e de idade. A presença de pêlos mais compridos nos lados da cara e do cavanhaque, é bem notável nessa espécie. É um animal pouco ativo, se locomove vagarosamente com a auxílio de sua cauda preênsil, consome mais de 50% de seu período diurno em repouso.



Fonte: Rádio Vitória AM
Mais Notícias

Previsão do tempo para a região Sul do Brasil