quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Epagri de Caçador é a única do Brasil que estuda novas cultivares de maçã

Programa é desenvolvido em parceria com a Estação de São Joaquim


A Estação Experimental da Epagri de Caçador, em parceria com a Estação de São Joaquim, desenvolve há 45 anos o trabalho de melhoramento genético da maçã.

Atualmente, a produção no país concentra-se em basicamente duas cultivares: Gala e Fuji.

Marcus Vinícius Kvitschal, pesquisador da Epagri, explica que, atualmente, o foco do programa é oferecer mais opções para a cadeia produtiva da maçã.



O pesquisador frisa que o programa de melhoramento genético da maçã, desenvolvido em Caçador, é o único em atividade no Brasil. Marcus reforça a importância da pesquisa de novas cultivares.



O pesquisador Ivan Faoro revela que mais uma variedade está sendo desenvolvida agora, resistente à principal doença de verão que atinge os pomares de maçã.



Recentemente, a cidade de São Joaquim recebeu o título de Capital Nacional da Maçã. A Lei foi aprovada pelo Congresso Nacional, em dezembro de 2018, e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Além disso, a cidade de Fraiburgo também é uma forte produtora da fruta em Santa Catarina.
Fonte: Rádio Caçanjurê
Mais Notícias

Previsão do tempo para a região Sul do Brasil