Pesquisar em Tílias News

Últimas Notícias

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Arroio Trinta: Prejuízos com chuva torrencial em Arroio Trinta voltam a repercutir na Câmara de Vereadores

 A primeira sessão do ano da Câmara de Vereadores de Arroio Trinta contou com a participação do prefeito em exercício Ildefonso Cividini e do secretário de saúde Tarcísio Lidani, que também é presidente da Defesa Civil Municipal.


 O presidente da Câmara de Vereadores Amarildo Turmina, desejou as boas-vindas a todos os vereadores e disse esperar um ano legislativo de trabalho e harmonia na casa.

 Também à noite reassumiu o seu lugar na Câmara de Vereadores, Vilmar Cossa, que no ano passado atuou como secretário de agricultura.

 De acordo com Turmina, a primeira sessão do ano não teve apresentação de novos projetos. Da Câmara de Vereadores foi apresentada e aprovada a nova composição das comissões parlamentares.

 O prefeito em exercício Ildefonso Cividini, participou da sessão para destacar os trabalhos desenvolvidos no comando do executivo, em especial os transtornos ocasionados pela chuva torrencial registrada no dia 23 de janeiro.

 Nesta terça feira, Cividini encerra o período de 15 dias como prefeito em exercício, durante a viagem internacional do prefeito Claudio Spricigo.

 Tarcísio Lidani fez uso da palavra para destacar os trabalhos que tem desenvolvido na administração municipal, como secretário de saúde, responsável pelo sistema de esgoto e também na Defesa Civil, comissão que ele é presidente.

 Lidani lembrou mais uma vez que os estragos ocasionados pela chuva tiveram as proporções ampliadas devido a ação humana, já que infelizmente muitas pessoas deixam materiais como galhos, pneus e outros tipos de lixo, nas encostas dos rios.

 Ele citou também o risco de obras que são realizadas sem vistoria e destacou que no entorno do perímetro urbano existem 14 açudes, que se rompidos, podem ocasionar grandes prejuízos.

 De acordo com Lidani, a preocupação é porque a maioria desses açudes foi implantado sem a devida autorização ambiental. Por isso, a Defesa Civil Municipal está organizando um estudo e uma campanha de sensibilização dos proprietários para que façam as correções necessárias.

 Outro problema constatado em levantamento, foi a construção de muros próximo ao rio, com a utilização de pneus, e cujas obras não foram liberadas pelo município.

 Desses locais, explica Tarcísio Lidani, são oriundos os pneus que trancaram bueiros e impediram o escoamento da água da chuva, que causou prejuízos e transtornos à administração municipal e muitos moradores.

Fonte: Rádio Tropical FM 

Nenhum comentário: