quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Videirense é chamado por Governador para ir à Brumadinho

Ele vai integrar a força tarefa de Santa Catarina


No fim da tarde desta terça-feira (29), o soldado do Corpo de Bombeiros de Videira, Giandro Rissi, foi chamado, junto à um grande grupo de militares de Santa Catarina, para se deslocar até Minas Gerais e auxiliar nas buscas dos desaparecidos no rompimento da barragem em Brumadinho, que aconteceu na última sexta-feira (25).

Ainda da região Meio-Oeste catarinense, o cabo Fumagalli e o cão Hunter, do quartel de Curitibanos. Ao todo, foram enviados um caminhão de ajuda humanitária, três viaturas para locais de difícil acesso, seis bombeiros especialistas em intervenções em áreas deslizadas, quatro binômios (dupla entre cão de resgate e bombeiro), um veterinário especializado em desastres, e equipamentos para resgate.

A previsão de chegada é às 16h de hoje (30). A força-tarefa deve atuar por 8 dias consecutivos, quando uma nova equipe do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina deve chegar para fazer a transição. Essa alternância deve durar até o término das operações em Brumadinho, o que pode durar meses.


A partir desta fase das buscas, em que a lama deve começar a secar e ser possível pisar no solo com mais segurança, os cães treinados para encontrar cadáveres serão importantes para o encontro das vítimas soterradas. Fumagalli já participou das buscas no rompimento da barragem em Mariana, também em Minas Gerais.


  • Fonte: RBV/Jornal A Semana
Mais Notícias

Previsão do tempo para a região Sul do Brasil